Curso de Fisioterapia da UFSC Araranguá alcança nota máxima

Graduação se tornou referência e uma das mais bem conceituadas do estado

O curso de Fisioterapia da UFSC Araranguá teve início de suas aulas no Campus em março de 2011. Em sua história, a graduação se tornou referência e uma das mais bem conceituadas do estado. A última conquista da Fisioterapia de Araranguá veio neste final de 2019. O curso recebeu conceito 5 - nota máxima na avaliação do Ministério da Educação.


O fato foi comemorado por toda comunidade acadêmica, principalmente pelos alunos e docentes do curso. “Essa avaliação retrata a organização didático-pedagógica do curso, a formação do corpo docente, além de toda a infraestrutura do curso (laboratórios de ensino, locais de estágio e de aulas práticas, biblioteca, serviços de apoio estudantil, bolsas de pesquisa, monitoria e extensão, laboratórios de informática etc”, comemora a coordenadora do curso, professora Angélica Cristiane Ovando.


Ainda de acordo com a docente, a nota é resultado de um esforço conjunto da comunidade da UFSC Araranguá. “Essa nota é resultado de um trabalho exaustivo da coordenação do curso, juntamente com Núcleo Docente Estruturante e Colegiado de curso para descrever com detalhes tudo que acontece no curso de Fisioterapia. No momento da visita dos Avaliadores do MEC, todos os itens avaliados são verificados para que se comprove tudo que foi descrito. O trabalho envolveu toda a comunidade universitária (TAEs, Docentes, Alunos), pois são verificados todos os serviços de apoio ao estudante disponíveis na Universidade e é conversado com todos os professores para entender sobre o funcionamento do curso. Além disso, os avaliadores conversam com os alunos para verificar a veracidade de todas as informações apresentadas”, destaca Angélica.


A avaliação acontece em duas etapas. Primeiramente a coordenação preenche um formulário detalhado que descreve todo o funcionamento do curso abrangendo três grandes dimensões: organização didático-pedagógica, infraestrutura e corpo docente. Em um segundo momento os avaliadores visitam a Universidade e verificam in loco todo o funcionamento do curso que foi descrito. “É um momento tenso, pois sabemos que eles verificam cada detalhe, que pode ser um simples equipamento em sala de aula ou laboratório, até a atuação específica de um professor em sua disciplina. Nosso curso foi muito elogiado quanto ao nosso corpo docente, altamente titulado e capacitado, pela disponibilidade de projetos de pesquisa, extensão e monitorias aos estudantes, estrutura dos estágios curriculares e em especial pela importância do curso de fisioterapia no cenário do SUS da região”, concluí a coordenadora.


O curso de fisioterapia tem aulas em tempo integral com ingresso duas vezes por ano através de Vestibular UFSC, SISU e Edital de Transferências e Retornos.


Para saber mais sobre como ingressar na Fisioterapia e nos demais cursos de graduação da UFSC acesse: https://ararangua.ufsc.br/estude-na-ufsc/


Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

O curso de Fisioterapia da UFSC Araranguá teve início de suas aulas no Campus em março de 2011. Em sua história, a graduação se tornou referência e uma das mais bem conceituadas do estado. A última conquista da Fisioterapia de Araranguá veio neste final de 2019. O curso recebeu conceito 5 – nota máxima na avaliação do Ministério da Educação.

O fato foi comemorado por toda comunidade acadêmica, principalmente pelos alunos e docentes do curso. “Essa avaliação retrata a organização didático-pedagógica do curso, a formação do corpo docente, além de toda a infraestrutura do curso (laboratórios de ensino, locais de estágio e de aulas práticas, biblioteca, serviços de apoio estudantil, bolsas de pesquisa, monitoria e extensão, laboratórios de informática etc”, comemora a coordenadora do curso, professora Angélica Cristiane Ovando.

Ainda de acordo com a docente, a nota é resultado de um esforço conjunto da comunidade da UFSC Araranguá. “Essa nota é resultado de um trabalho exaustivo da coordenação do curso, juntamente com Núcleo Docente Estruturante e Colegiado de curso para descrever com detalhes tudo que acontece no curso de Fisioterapia. No momento da visita dos Avaliadores do MEC, todos os itens avaliados são verificados para que se comprove tudo que foi descrito. O trabalho envolveu toda a comunidade universitária (TAEs, Docentes, Alunos), pois são verificados todos os serviços de apoio ao estudante disponíveis na Universidade e é conversado com todos os professores para entender sobre o funcionamento do curso. Além disso, os avaliadores conversam com os alunos para verificar a veracidade de todas as informações apresentadas”, destaca Angélica.

A avaliação acontece em duas etapas. Primeiramente a coordenação preenche um formulário detalhado que descreve todo o funcionamento do curso abrangendo três grandes dimensões: organização didático-pedagógica, infraestrutura e corpo docente. Em um segundo momento os avaliadores visitam a Universidade e verificam in loco todo o funcionamento do curso que foi descrito. “É um momento tenso, pois sabemos que eles verificam cada detalhe, que pode ser um simples equipamento em sala de aula ou laboratório, até a atuação específica de um professor em sua disciplina. Nosso curso foi muito elogiado quanto ao nosso corpo docente, altamente titulado e capacitado, pela disponibilidade de projetos de pesquisa, extensão e monitorias aos estudantes, estrutura dos estágios curriculares e em especial pela importância do curso de fisioterapia no cenário do SUS da região”, concluí a coordenadora.

O curso de fisioterapia tem aulas em tempo integral com ingresso duas vezes por ano através de Vestibular UFSC, SISU e Edital de Transferências e Retornos.

Para saber mais sobre como ingressar na Fisioterapia e nos demais cursos de graduação da UFSC acesse: https://ararangua.ufsc.br/estude-na-ufsc/

Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias