Crime no Jardim das Avenidas agora é de duplo homicídio e uma tentativa

Polícia segue investigando o caso. Jovem baleado na cabeça não resistiu e morreu na madrugada

Aracelle e Nicolas - vítimas do crime de ontem, 04

Além de dois homens matarem Aracelle Dondossola Ângelo, de 39 anos, na tarde de quinta, 04, também provocaram a morte de Nicolas Rodrigues de Andrade, que havia sido levado para o hospital em estado grave com um tiro na cabeça. O jovem de 19 anos não resistiu aos ferimentos e faleceu nas primeiras horas desta quinta, 05.

O crime aconteceu por volta das 17h30 no bairro Jardim das Avenidas na casa de Aracelle. Uma terceira vítima foi atingida por arma de fogo na perna. A polícia considera agora duplo homicídio e uma tentativa no caso.

Um dos envolvidos no crime está preso. A polícia o encontrou horas depois do registro do fato. O segundo responsável pelas mortes segue foragido. O delegado, Jair Duarte, coordenou as equipes nas buscas. O caso segue sob os cuidados da Polícia Civil.

Para o portal W3 o delegado afirmou que já existe uma linha de investigação, mas que não pode ser revelada para não atrapalhar os trabalhos que estão bem avançados. Os dois envolvidos são de Araranguá.

Acompanhe a matéria anterior do assunto: https://bit.ly/2YLkUHQ 

 

Além de dois homens matarem Aracelle Dondossola Ângelo, de 39 anos, na tarde de quinta, 04, também provocaram a morte de Nicolas Rodrigues de Andrade, que havia sido levado para o hospital em estado grave com um tiro na cabeça. O jovem de 19 anos não resistiu aos ferimentos e faleceu nas primeiras horas desta quinta, 05.

O crime aconteceu por volta das 17h30 no bairro Jardim das Avenidas na casa de Aracelle. Uma terceira vítima foi atingida por arma de fogo na perna. A polícia considera agora duplo homicídio e uma tentativa no caso.

Um dos envolvidos no crime está preso. A polícia o encontrou horas depois do registro do fato. O segundo responsável pelas mortes segue foragido. O delegado, Jair Duarte, coordenou as equipes nas buscas. O caso segue sob os cuidados da Polícia Civil.

Para o portal W3 o delegado afirmou que já existe uma linha de investigação, mas que não pode ser revelada para não atrapalhar os trabalhos que estão bem avançados. Os dois envolvidos são de Araranguá.

Acompanhe a matéria anterior do assunto: https://bit.ly/2YLkUHQ 

 

Compartilhe

Voltar às notícias