Cooperja devolve mais de R$ 6 milhões em Capital Social durante o ano de 2020

Este ano um pouco diferente dos anos anteriores, zelando pela saúde de todos, não houve a solenidade presencial da entrega do Capital Social





Nesta primeira entrega, receberam o benefício os associados que completaram 25 anos de Cooperja e os que completaram 60 anos de idade e no mínimo 10 anos de sociedade, que fizeram aniversário entre os meses de janeiro a junho de 2020.


Também aqueles que já recebem pela segunda, terceira ou até quarta vez sua restituição. Depois dos 60 anos, os associados (as) continuam recebendo a cada 02 anos.


Foi destinado R$ 1,2 milhões de reais para pagamentos de aposentadoria a 87 associados e cerca de R$ 102 mil para 11 sócios que completam Bodas de Prata na Cooperativa.


Os valores do capital social, já está disponível a partir do dia 12 de agosto. Basta entrar em contato com a Sede Administrativa, ou com o seu consultor. O presidente Vanir Zanatta, lembra que esse valor é construído pelos próprios associados (as) assim que definem fazer parte da sociedade. Desde a integralização inicial, passando por todos os negócios feitos através da Cooperja. “Não é só para quem entrega produtos agrícolas, como arroz, milho, soja maracujá, banana, pitaya. Se conquista retorno também sobre toda movimentação, serviços e compras que realizamos na Cooperativa. Seja na Lojas Agropecuárias, Supermercados, Combustíveis, sementes. Portanto, é nossa integração, nossa parceria com a Cooperja que faz nosso capital social ser maior ou menor, quando chegamos aos 60 anos. A Cooperja vai nós devolver o valor justo, aquele que conquistamos”, explica Zanatta.


Até o final de 2020 a Cooperja realizará mais dois momentos como este, no Rio Grande do Sul, em setembro e outro em Santa Catarina, em outubro.


Esta demonstração de confiança entre a Cooperja e seus associados, é um belo exemplo do cooperativismo, unir, trabalhar, crescer e voltar a reinvestir nas pessoas e famílias, que acreditaram no movimento, fazendo assim, a economia circular.


Foto e fonte: Aline Somariva


Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui



Nesta primeira entrega, receberam o benefício os associados que completaram 25 anos de Cooperja e os que completaram 60 anos de idade e no mínimo 10 anos de sociedade, que fizeram aniversário entre os meses de janeiro a junho de 2020.

Também aqueles que já recebem pela segunda, terceira ou até quarta vez sua restituição. Depois dos 60 anos, os associados (as) continuam recebendo a cada 02 anos.

Foi destinado R$ 1,2 milhões de reais para pagamentos de aposentadoria a 87 associados e cerca de R$ 102 mil para 11 sócios que completam Bodas de Prata na Cooperativa.

Os valores do capital social, já está disponível a partir do dia 12 de agosto. Basta entrar em contato com a Sede Administrativa, ou com o seu consultor. O presidente Vanir Zanatta, lembra que esse valor é construído pelos próprios associados (as) assim que definem fazer parte da sociedade. Desde a integralização inicial, passando por todos os negócios feitos através da Cooperja. “Não é só para quem entrega produtos agrícolas, como arroz, milho, soja maracujá, banana, pitaya. Se conquista retorno também sobre toda movimentação, serviços e compras que realizamos na Cooperativa. Seja na Lojas Agropecuárias, Supermercados, Combustíveis, sementes. Portanto, é nossa integração, nossa parceria com a Cooperja que faz nosso capital social ser maior ou menor, quando chegamos aos 60 anos. A Cooperja vai nós devolver o valor justo, aquele que conquistamos”, explica Zanatta.

Até o final de 2020 a Cooperja realizará mais dois momentos como este, no Rio Grande do Sul, em setembro e outro em Santa Catarina, em outubro.

Esta demonstração de confiança entre a Cooperja e seus associados, é um belo exemplo do cooperativismo, unir, trabalhar, crescer e voltar a reinvestir nas pessoas e famílias, que acreditaram no movimento, fazendo assim, a economia circular.

Foto e fonte: Aline Somariva

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias