Cooperja arrecada 700 kg de alimentos com projeto de distribuição de máscaras

Até o momento, foram entregues 33 cestas básicas tanto para famílias, quanto para instituições; A ação ainda deve continuar por tempo indeterminado

Desde o início da pandemia do Covid-19, a Cooperja vem contribuindo com doações em todas as regiões em que atua, oferecendo máscaras, alimentos, kits de EPIs, álcool gel e até respiradores. Recentemente, a Cooperativa arrecadou mais de 700 kg de alimentos em ação conjunta com suas filiais.

O montante é saldo do projeto de troca por máscaras, que foram confeccionadas pelos Núcleos Femininos da Cooperja. No total, até o momento, foram entregues 33 cestas básicas tanto para famílias, quanto para instituições. A ação ainda deve continuar por tempo indeterminado.

Segundo a coordenadora social da Cooperja, Elisabete Biz dos Santos, os trabalhos realizados pelos Núcleos contribuem e ajudam a amenizar a situação de famílias que passam por dificuldades. “Ficamos felizes em poder colaborar mais uma vez. Mostrando que com a cooperação e a dedicação de nossas mulheres, e com o apoio da Cooperja, podemos fazer muitas coisas para o bem do próximo”, destaca Elisabete.

A coordenadora explica ainda que algumas pessoas doaram um valor simbólico pelas máscaras, pois não tinham alimentos no momento da doação. Esses valores foram utilizados na compra de mais mantimentos.

Para o presidente da Cooperja, Vanir Zanatta, tudo isso é resultado da cooperação. “Nessas cestas tem além de muitas mãos, o carinho, a dedicação e a solidariedade das mulheres que fizeram, dos clientes que aceitaram trocar a máscara por alimento e da Cooperja pela organização e doação dos materiais. Mas acima de tudo estamos cumprindo nosso 7º princípio, 'Interesse pela Comunidade'. Afinal, nossa Cooperativa é feita por pessoas”, finaliza Zanatta.

Desde o início da pandemia do Covid-19, a Cooperja vem contribuindo com doações em todas as regiões em que atua, oferecendo máscaras, alimentos, kits de EPIs, álcool gel e até respiradores. Recentemente, a Cooperativa arrecadou mais de 700 kg de alimentos em ação conjunta com suas filiais.

O montante é saldo do projeto de troca por máscaras, que foram confeccionadas pelos Núcleos Femininos da Cooperja. No total, até o momento, foram entregues 33 cestas básicas tanto para famílias, quanto para instituições. A ação ainda deve continuar por tempo indeterminado.

Segundo a coordenadora social da Cooperja, Elisabete Biz dos Santos, os trabalhos realizados pelos Núcleos contribuem e ajudam a amenizar a situação de famílias que passam por dificuldades. “Ficamos felizes em poder colaborar mais uma vez. Mostrando que com a cooperação e a dedicação de nossas mulheres, e com o apoio da Cooperja, podemos fazer muitas coisas para o bem do próximo”, destaca Elisabete.

A coordenadora explica ainda que algumas pessoas doaram um valor simbólico pelas máscaras, pois não tinham alimentos no momento da doação. Esses valores foram utilizados na compra de mais mantimentos.

Para o presidente da Cooperja, Vanir Zanatta, tudo isso é resultado da cooperação. “Nessas cestas tem além de muitas mãos, o carinho, a dedicação e a solidariedade das mulheres que fizeram, dos clientes que aceitaram trocar a máscara por alimento e da Cooperja pela organização e doação dos materiais. Mas acima de tudo estamos cumprindo nosso 7º princípio, ‘Interesse pela Comunidade’. Afinal, nossa Cooperativa é feita por pessoas”, finaliza Zanatta.

Compartilhe

Voltar às notícias