Comarca de Araranguá terá 288 candidatos a vereador

Impugnações de candidaturas podem ser feitas até o dia 26 de outubro

O cartório da Justiça Eleitoral da Comarca de Araranguá contabilizou nesta terça, 29, duzentas e oitenta e oito candidaturas de vereadores. Destas, são 186 de Araranguá, 186 de Maracajá e 62 no Balneário Arroio do Silva.

Segundo a chefe do cartório eleitoral, Joanna Mendes Silveira, até o final de Outubro as impugnações de algumas destas candidaturas podem ser definidas, caso alguém tenha proposto. “Nenhum registro foi indeferido ainda. Demora um pouco. Tem prazo de impugnação, manifestação do MP, diligência e depois julgamento até o dia 26/10”, disse.

 

Dados de SC

O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina registrou, para as eleições deste ano, um número recorde de candidatos. Até ontem, 28, haviam 21.422 pedidos de registro de candidaturas no estado, o que representa um aumento de 21,45% em comparação com as eleições municipais de 2016, quando foram 17.639 candidatos registrados.

 

Até o momento, são 19.598 candidaturas para vereador e 912 para prefeito e vice-prefeito nos 295 municípios catarinenses. Este número pode mudar após o julgamento dos pedidos de registro de candidatura, que se encerra em 26 de outubro.

 

O número se refere aos candidatos indicados em ata pelos partidos e encaminhados ao TRE-SC e constam do DivulgaCandContas - sistema que controla os registros. O sistema é disponibilizado na internet para todos os cidadãos. Para acessá-lo, não há necessidade de cadastro prévio ou autenticação de usuário. O acesso é simples e pode ser feito com apenas alguns cliques. Basta clicar divulgacandcontas.tse.jus.br e selecionar a unidade da Federação no mapa ou a sigla do estado a ser consultado.

 

Os números também apresentam que 30 candidatos no estado têm 18 anos, idade mínima para preterir o cargo de vereador. Para o cargo de prefeito e vice-prefeito, a idade mínima é de 21 anos. Entre os candidatos mais idosos, foram 13, na faixa de 80 a 84 anos, que registraram candidaturas.

 

Candidaturas de mulheres

 

Emenda Constitucional (EC) nº 97/2017 vedou, a partir deste ano, a celebração de coligações nas eleições proporcionais para a Câmara dos Deputados, Câmara Legislativa, assembleias legislativas e câmaras municipais. Um dos principais reflexos da mudança se deu nesse crescimento de pedidos de registro de candidaturas à Justiça Eleitoral, especialmente porque, com o fim das coligações, cada partido deveria, individualmente, indicar o mínimo de 30% de mulheres filiadas para concorrer no pleito.

 

A mudança impactou, principalmente, o fomento à participação feminina na política do estado. Antes, a indicação de mulheres para participar das eleições era por coligação e, agora, será por partido. Este ano são 7.215 mulheres com candidaturas registradas, o que representa 33,7%. Em comparação com 2016, quando 5.564 disputaram o pleito eleitoral, houve um crescimento de 2,2%

 

FOTO: ARQUIVO

O cartório da Justiça Eleitoral da Comarca de Araranguá contabilizou nesta terça, 29, duzentas e oitenta e oito candidaturas de vereadores. Destas, são 186 de Araranguá, 186 de Maracajá e 62 no Balneário Arroio do Silva.

Segundo a chefe do cartório eleitoral, Joanna Mendes Silveira, até o final de Outubro as impugnações de algumas destas candidaturas podem ser definidas, caso alguém tenha proposto. “Nenhum registro foi indeferido ainda. Demora um pouco. Tem prazo de impugnação, manifestação do MP, diligência e depois julgamento até o dia 26/10”, disse.

 

Dados de SC

O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina registrou, para as eleições deste ano, um número recorde de candidatos. Até ontem, 28, haviam 21.422 pedidos de registro de candidaturas no estado, o que representa um aumento de 21,45% em comparação com as eleições municipais de 2016, quando foram 17.639 candidatos registrados.

 

Até o momento, são 19.598 candidaturas para vereador e 912 para prefeito e vice-prefeito nos 295 municípios catarinenses. Este número pode mudar após o julgamento dos pedidos de registro de candidatura, que se encerra em 26 de outubro.

 

O número se refere aos candidatos indicados em ata pelos partidos e encaminhados ao TRE-SC e constam do DivulgaCandContas – sistema que controla os registros. O sistema é disponibilizado na internet para todos os cidadãos. Para acessá-lo, não há necessidade de cadastro prévio ou autenticação de usuário. O acesso é simples e pode ser feito com apenas alguns cliques. Basta clicar divulgacandcontas.tse.jus.br e selecionar a unidade da Federação no mapa ou a sigla do estado a ser consultado.

 

Os números também apresentam que 30 candidatos no estado têm 18 anos, idade mínima para preterir o cargo de vereador. Para o cargo de prefeito e vice-prefeito, a idade mínima é de 21 anos. Entre os candidatos mais idosos, foram 13, na faixa de 80 a 84 anos, que registraram candidaturas.

 

Candidaturas de mulheres

 

Emenda Constitucional (EC) nº 97/2017 vedou, a partir deste ano, a celebração de coligações nas eleições proporcionais para a Câmara dos Deputados, Câmara Legislativa, assembleias legislativas e câmaras municipais. Um dos principais reflexos da mudança se deu nesse crescimento de pedidos de registro de candidaturas à Justiça Eleitoral, especialmente porque, com o fim das coligações, cada partido deveria, individualmente, indicar o mínimo de 30% de mulheres filiadas para concorrer no pleito.

 

A mudança impactou, principalmente, o fomento à participação feminina na política do estado. Antes, a indicação de mulheres para participar das eleições era por coligação e, agora, será por partido. Este ano são 7.215 mulheres com candidaturas registradas, o que representa 33,7%. Em comparação com 2016, quando 5.564 disputaram o pleito eleitoral, houve um crescimento de 2,2%

 

FOTO: ARQUIVO

Compartilhe

Voltar às notícias