Com crescimento de 1000% nos casos de Covid-19, Turvo vai parar no final de semana

Ideia da administração é que estabelecimentos fiquem 100% fechados no final de semana e só funcione Hospital e Farmácias

Foto: arquivo

Em entrevista à Rádio Imigrantes na manhã desta sexta, 24, o prefeito de Turvo, Tiago Zilli, anunciou as medidas que passam a ser tomadas a partir de hoje no município que registrou 1000% de acréscimo nos casos de Covid-19.

Desde o início do mês que tinham apenas 9 casos da doença, julho se encerra com 91 pacientes positivos e os dados incentivaram a uma medida mais drástica segundo o chefe do Executivo.

Ideia da administração é que estabelecimentos fiquem 100% fechados no final de semana e só funcione Hospital e Farmácias. Mercados, lanchonetes, postos de combustíveis, bares e todos os estabelecimentos que funcionavam durante os finais de semana, ficarão fechados no sábado, 25, e domingo, 26.  Igrejas também permanecerão fechadas com o decreto que já está valendo. “A intenção é que as pessoas parem. Fiquem em casa e façam uma reflexão. As pessoas não tem que passear e fazer festa, elas tem que ficar em casa. E não é porque o município está parado que tem que passear em outros lugares. Todos tem que dar a sua contribuição”, justificou o prefeito.

Na segunda, 27, este decreto será reanalisado com a equipe de governo e o prefeito acredita que outras medidas podem ser adotadas a partir da próxima semana.

Turvo tem 172 pessoas monitoradas, 61 casos suspeitos, 96 descartados e 91 confirmados. Destes 44 estão curados. O município registra também dois pacientes em estado grave. “Numero mais impressionante que mexeu conosco foi o acréscimo de 1000%. Vamos colaborar!”, apelou.

 
Foto: arquivo

Em entrevista à Rádio Imigrantes na manhã desta sexta, 24, o prefeito de Turvo, Tiago Zilli, anunciou as medidas que passam a ser tomadas a partir de hoje no município que registrou 1000% de acréscimo nos casos de Covid-19.

Desde o início do mês que tinham apenas 9 casos da doença, julho se encerra com 91 pacientes positivos e os dados incentivaram a uma medida mais drástica segundo o chefe do Executivo.

Ideia da administração é que estabelecimentos fiquem 100% fechados no final de semana e só funcione Hospital e Farmácias. Mercados, lanchonetes, postos de combustíveis, bares e todos os estabelecimentos que funcionavam durante os finais de semana, ficarão fechados no sábado, 25, e domingo, 26.  Igrejas também permanecerão fechadas com o decreto que já está valendo. “A intenção é que as pessoas parem. Fiquem em casa e façam uma reflexão. As pessoas não tem que passear e fazer festa, elas tem que ficar em casa. E não é porque o município está parado que tem que passear em outros lugares. Todos tem que dar a sua contribuição”, justificou o prefeito.

Na segunda, 27, este decreto será reanalisado com a equipe de governo e o prefeito acredita que outras medidas podem ser adotadas a partir da próxima semana.

Turvo tem 172 pessoas monitoradas, 61 casos suspeitos, 96 descartados e 91 confirmados. Destes 44 estão curados. O município registra também dois pacientes em estado grave. “Numero mais impressionante que mexeu conosco foi o acréscimo de 1000%. Vamos colaborar!”, apelou.

 

Compartilhe

Voltar às notícias