Chuva causa estragos em Araranguá

Expectativa é que o mau tempo vá embora nesta quinta-feira, 26.

Dados da Epagri/Ciram apontam que em pouco mais de 48 horas choveu em Araranguá 56, 2 milímetros. O número representa mais da metade da chuva que era esperada para todo o mês de julho.


Com o mau tempo, a situação das ruas da cidade de Araranguá começa a piorar, assim, causando transtorno para a população. A reportagem do Grupo W3 recebeu informações de moradores das mais diversas localidades falando sobre a precariedade das vias públicas.


Dentre elas estão a Ruas Lealdino João Joaquim e Hidebrando Marcelino Floriano, no bairro Lagoão, Ruas das Pupulhas, Rua Augusto Pereira Fragnani e a Avenida Manoel João na Divinéia.


Chuva causa estragos em Araranguá-0
Lealdino joao Joaquim


Chuva causa estragos em Araranguá-1
Rua Augusto Pereira Fragnani


Chuva causa estragos em Araranguá-2
Avenida Manoel João


Chuva causa estragos em Araranguá-3
Rua Hidebrando Marcelino Floriano


Chuva causa estragos em Araranguá-4
Rua das Pupulhas


A reportagem do Grupo W3 entrou em contato com o secretário de Obras de Araranguá, Afrânio Ronconi, e ele relatou a situação das vias. “Temos um mapeamento das ruas com problemas de trafegabilidade. Temos consciência de existem problemas fixos em alguns bairros, como é o caso da Lealdino João Joaquim”.


Chuva causa estragos em Araranguá-5

 Até o momento, a secretaria não recebeu muitas reclamações. “A nossa maior demanda é quando para de chover, não enquanto chove. Não recebemos tantas reclamações, até porque sabemos da realidade”.


Após a estiagem, o trabalho para a manutenção das ruas terá continuidade. “Ao fim deste mau tempo vamos colocar nossa equipe nas ruas para garantir o tráfego para os moradores destes pontos críticos”.


Previsão é de mais chuva


Segundo Márcio Sonêgo, meteorologista da Epagri de Urussanga, para as próximas 24 horas deve chover mais 30 milímetros. “Era esperado que chovesse em Araranguá em julho um total de 94 milímetros. Até a manhã desta quarta-feira, choveu 56 milímetros e este número deve aumentar, pois a chuva continuará intensa”.


De acordo com Sonêgo, o tempo começa a abrir a partir da tarde desta quinta-feira, 25, com pouca chance de chuva para o fim de semana.

Dados da Epagri/Ciram apontam que em pouco mais de 48 horas choveu em Araranguá 56, 2 milímetros. O número representa mais da metade da chuva que era esperada para todo o mês de julho.

Com o mau tempo, a situação das ruas da cidade de Araranguá começa a piorar, assim, causando transtorno para a população. A reportagem do Grupo W3 recebeu informações de moradores das mais diversas localidades falando sobre a precariedade das vias públicas.

Dentre elas estão a Ruas Lealdino João Joaquim e Hidebrando Marcelino Floriano, no bairro Lagoão, Ruas das Pupulhas, Rua Augusto Pereira Fragnani e a Avenida Manoel João na Divinéia.

Chuva causa estragos em Araranguá-0
Lealdino joao Joaquim
Chuva causa estragos em Araranguá-1
Rua Augusto Pereira Fragnani
Chuva causa estragos em Araranguá-2
Avenida Manoel João
Chuva causa estragos em Araranguá-3
Rua Hidebrando Marcelino Floriano
Chuva causa estragos em Araranguá-4
Rua das Pupulhas

A reportagem do Grupo W3 entrou em contato com o secretário de Obras de Araranguá, Afrânio Ronconi, e ele relatou a situação das vias. “Temos um mapeamento das ruas com problemas de trafegabilidade. Temos consciência de existem problemas fixos em alguns bairros, como é o caso da Lealdino João Joaquim”.

Chuva causa estragos em Araranguá-5

 Até o momento, a secretaria não recebeu muitas reclamações. “A nossa maior demanda é quando para de chover, não enquanto chove. Não recebemos tantas reclamações, até porque sabemos da realidade”.

Após a estiagem, o trabalho para a manutenção das ruas terá continuidade. “Ao fim deste mau tempo vamos colocar nossa equipe nas ruas para garantir o tráfego para os moradores destes pontos críticos”.

Previsão é de mais chuva

Segundo Márcio Sonêgo, meteorologista da Epagri de Urussanga, para as próximas 24 horas deve chover mais 30 milímetros. “Era esperado que chovesse em Araranguá em julho um total de 94 milímetros. Até a manhã desta quarta-feira, choveu 56 milímetros e este número deve aumentar, pois a chuva continuará intensa”.

De acordo com Sonêgo, o tempo começa a abrir a partir da tarde desta quinta-feira, 25, com pouca chance de chuva para o fim de semana.

Compartilhe

Voltar às notícias