Casos diários de Covid-19 diminuem, mas semana encerra com mais 11 mortes na AMESC

Há aproximadamente 15 dias região vem apresentando uma queda no número de positivados, mas óbitos ainda preocupam

Por Dyessica Abadi

A última semana de agosto encerra com 4.381 casos confirmados de Covid-19 nesta sexta-feira, 28, no Extremo Sul Catarinense, desde o início da pandemia. Nesta semana, houve um aumento de novos 439 positivados em apenas cinco dias — uma média de 87,8 casos diários.

Vale destacar que, há aproximadamente 15 dias, a região vem apresentando uma queda no número de casos diários de Covid-19. Entretanto, nesta semana, o número de óbitos por conta do vírus continuou crescendo, sendo registradas mais 11 mortes desde o último domingo, 23.

[caption id="attachment_65456" align="aligncenter" width="1059"] Número de casos diários começou a diminuir na metade do mês de agosto, tendo breves oscilações sempre nos inícios de semana por conta da atualização de dados das prefeituras municipais do final de semana. Arte: Divulgação/AMESC[/caption]

O gráfico abaixo é interativo e registra o crescimentos de casos no mês de agosto de 2020. A linha verde demonstra os casos confirmados com Covid-19 na AMESC; a azul revela o total de recuperados pelo vírus; e a linha em preto apresenta o número de mortos.

Clique ou passe o cursor sobre os pontos das linhas — assim, você terá acesso aos números registrados pelos boletins epidemiológicos.



O boletim epidemiológico da Associação dos Municípios (AMESC) desta sexta-feira, 28, ainda revela que a taxa de curados na região é de 83,2% — ou seja, dos 4.381 confirmados para o vírus, 3.578 estão recuperados. Até a finalização do levantamento, a região contabilizava 78 mortos para o vírus, sendo a taxa de letalidade de 1,8%.

Na última quarta-feira, 26, o Extremo Sul voltou a ser considerado área de risco gravíssimo para Covid-19 pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES), da Secretaria de Saúde de Santa Catarina. O indicador leva em consideração o isolamento social, testagem e isolamento de casos, reorganização de fluxos assistenciais e ampliação de leitos hospitalares.

A atualização de ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional de Araranguá (HRA) segue disponível para consulta no portal do Governo do Estado de Santa Catarina (acesse os dados completos clicando aqui). Até às 11 horas desta sexta-feira, 28, haviam 27 leitos ativos, 23 ocupados e 4 disponíveis. A taxa de ocupação é de 85,2%, com 8 pacientes nos leitos UTI Covid-19.

[caption id="attachment_65457" align="aligncenter" width="1023"] Araranguá é responsável por 38,1% dos casos da região da AMESC, com 1.671 positivados para o vírus. Na sequência vem Sombrio, com 10,82%, totalizando 474 casos de Covid-19. Arte: Divulgação/AMESC[/caption]

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Por Dyessica Abadi

A última semana de agosto encerra com 4.381 casos confirmados de Covid-19 nesta sexta-feira, 28, no Extremo Sul Catarinense, desde o início da pandemia. Nesta semana, houve um aumento de novos 439 positivados em apenas cinco dias — uma média de 87,8 casos diários.

Vale destacar que, há aproximadamente 15 dias, a região vem apresentando uma queda no número de casos diários de Covid-19. Entretanto, nesta semana, o número de óbitos por conta do vírus continuou crescendo, sendo registradas mais 11 mortes desde o último domingo, 23.

Número de casos diários começou a diminuir na metade do mês de agosto, tendo breves oscilações sempre nos inícios de semana por conta da atualização de dados das prefeituras municipais do final de semana. Arte: Divulgação/AMESC

O gráfico abaixo é interativo e registra o crescimentos de casos no mês de agosto de 2020. A linha verde demonstra os casos confirmados com Covid-19 na AMESC; a azul revela o total de recuperados pelo vírus; e a linha em preto apresenta o número de mortos.

Clique ou passe o cursor sobre os pontos das linhas — assim, você terá acesso aos números registrados pelos boletins epidemiológicos.

O boletim epidemiológico da Associação dos Municípios (AMESC) desta sexta-feira, 28, ainda revela que a taxa de curados na região é de 83,2% — ou seja, dos 4.381 confirmados para o vírus, 3.578 estão recuperados. Até a finalização do levantamento, a região contabilizava 78 mortos para o vírus, sendo a taxa de letalidade de 1,8%.

Na última quarta-feira, 26, o Extremo Sul voltou a ser considerado área de risco gravíssimo para Covid-19 pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES), da Secretaria de Saúde de Santa Catarina. O indicador leva em consideração o isolamento social, testagem e isolamento de casos, reorganização de fluxos assistenciais e ampliação de leitos hospitalares.

A atualização de ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional de Araranguá (HRA) segue disponível para consulta no portal do Governo do Estado de Santa Catarina (acesse os dados completos clicando aqui). Até às 11 horas desta sexta-feira, 28, haviam 27 leitos ativos, 23 ocupados e 4 disponíveis. A taxa de ocupação é de 85,2%, com 8 pacientes nos leitos UTI Covid-19.

Araranguá é responsável por 38,1% dos casos da região da AMESC, com 1.671 positivados para o vírus. Na sequência vem Sombrio, com 10,82%, totalizando 474 casos de Covid-19. Arte: Divulgação/AMESC

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias