Câmara de Araranguá promove audiência pública e conquista obra para a Sanga da Toca II

Encontro contou com a presença de 14 dos 15 vereadores de Araranguá e do prefeito Cesar Cesa

A Câmara Municipal de Vereadores de Araranguá realizou na noite desta terça-feira (13) a primeira audiência pública do projeto “Câmara na Comunidade”. A proposta da ação é aproximar o Poder Legislativo das comunidades e elencar as suas principais solicitações. A primeira comunidade visitada foi a de Sanga da Toca II, no lado sul de Araranguá e a audiência contou com a presença de 14 dos 15 vereadores e com a participação do prefeito de Araranguá, Cesar Cesa (MDB) e de secretários municipais.

No encontro a comunidade teve a oportunidade de ser ouvida e os moradores relataram a necessidade de melhorar a iluminação pública e condição das estradas do interior, além disso pontuaram a importância do muro do cemitério e a construção de uma capela mortuária. Porém, a demanda mais solicitada e que foi avalizada em uma votação foi a pavimentação da Rua Antônio Crispim Machado, com mais de 2 quilômetros de extensão.

Um dos moradores da comunidade, Jair Menotti, pontuou a necessidade de pavimentação da via, que é uma das mais extensas do bairro. “A última obra que a Sanga da Toca II viu de iniciativa do poder executivo foi há mais de 10 anos.  A Rua Antônio Crispim Machado é utilizada por muitas pessoas e necessita urgentemente de uma pavimentação”, alegou.

O prefeito de Araranguá Cesar Cesa se comprometeu com a obra. “Gostaria de afirmar que iremos pavimentar ainda neste ano ou no máximo no início de 2022 essa rua solicitada. Vamos iniciar com 500 metros e queremos viabilizar a pavimentação de toda a via ao decorrer de nosso mandato”, destacou o prefeito.

O presidente da Câmara de Vereadores de Araranguá, Diego Pires. (PDT), disse estar emocionado pela conquista. “É muito bom saber que o Poder Executivo está comprometido com os bairros de Araranguá e ainda fico muito mais feliz por saber que nessa primeira edição contamos com a presença maciça da comunidade e que todos, Executivo, Legislativo e cada morador estão preocupados em promover a unidade e resolver os problemas locais”, finalizou.

Fonte e foto: Assessoria Câmara de Vereadores

A Câmara Municipal de Vereadores de Araranguá realizou na noite desta terça-feira (13) a primeira audiência pública do projeto “Câmara na Comunidade”. A proposta da ação é aproximar o Poder Legislativo das comunidades e elencar as suas principais solicitações. A primeira comunidade visitada foi a de Sanga da Toca II, no lado sul de Araranguá e a audiência contou com a presença de 14 dos 15 vereadores e com a participação do prefeito de Araranguá, Cesar Cesa (MDB) e de secretários municipais.

No encontro a comunidade teve a oportunidade de ser ouvida e os moradores relataram a necessidade de melhorar a iluminação pública e condição das estradas do interior, além disso pontuaram a importância do muro do cemitério e a construção de uma capela mortuária. Porém, a demanda mais solicitada e que foi avalizada em uma votação foi a pavimentação da Rua Antônio Crispim Machado, com mais de 2 quilômetros de extensão.

Um dos moradores da comunidade, Jair Menotti, pontuou a necessidade de pavimentação da via, que é uma das mais extensas do bairro. “A última obra que a Sanga da Toca II viu de iniciativa do poder executivo foi há mais de 10 anos.  A Rua Antônio Crispim Machado é utilizada por muitas pessoas e necessita urgentemente de uma pavimentação”, alegou.

O prefeito de Araranguá Cesar Cesa se comprometeu com a obra. “Gostaria de afirmar que iremos pavimentar ainda neste ano ou no máximo no início de 2022 essa rua solicitada. Vamos iniciar com 500 metros e queremos viabilizar a pavimentação de toda a via ao decorrer de nosso mandato”, destacou o prefeito.

O presidente da Câmara de Vereadores de Araranguá, Diego Pires. (PDT), disse estar emocionado pela conquista. “É muito bom saber que o Poder Executivo está comprometido com os bairros de Araranguá e ainda fico muito mais feliz por saber que nessa primeira edição contamos com a presença maciça da comunidade e que todos, Executivo, Legislativo e cada morador estão preocupados em promover a unidade e resolver os problemas locais”, finalizou.

Fonte e foto: Assessoria Câmara de Vereadores

Compartilhe

Voltar às notícias