Câmara aprova incentivo a boxeador araranguaense

Cauan Maia Tavares integra a seleção catarinense de boxe e irá participar da disputa pelo Título Brasileiro de Boxe, que acontecerá em agosto, em Cuiabá/MT.

Durante a sessão desta quarta, 18, na Câmara de Vereadores de Araranguá, foi aprovado o projeto de lei que autoriza o município contribuir através do departamento de Esportes com R$2,5 mil para o atleta, Cauan Maia Tavares. O valor vai ajudar nos custos com a viagem para participar da disputa do Título Brasileiro de Boxe, que acontecerá entre os dias 04 e 12 de agosto, em Cuiabá/MT.


Com apenas 14 anos, Cauan integra a Seleção Catarinense de Boxe e é considerado atualmente o melhor na sua categoria. Ele foi revelado pelo projeto Cem Carência no Boxe, comandado pelo instrutor, Ricardo Bert, que também faz parte da seleção estadual como terceiro treinador da equipe que segue para Cuiabá.


O garoto treina há dois anos e durante a preparação destina três horas do dia para o preparo físico, estuda na rede pública e mora na sede do próprio projeto social que atende cerca de 40 crianças. É invicto e participou de 12 lutas na carreira. “Além de representar Araranguá na competição, a ajuda incentiva o esporte. Agradeço a compreensão dos vereadores e do prefeito que atendeu a nossa solicitação”, disse o treinador, Ricard Bert, que acompanhou a votação do projeto.

Durante a sessão desta quarta, 18, na Câmara de Vereadores de Araranguá, foi aprovado o projeto de lei que autoriza o município contribuir através do departamento de Esportes com R$2,5 mil para o atleta, Cauan Maia Tavares. O valor vai ajudar nos custos com a viagem para participar da disputa do Título Brasileiro de Boxe, que acontecerá entre os dias 04 e 12 de agosto, em Cuiabá/MT.

Com apenas 14 anos, Cauan integra a Seleção Catarinense de Boxe e é considerado atualmente o melhor na sua categoria. Ele foi revelado pelo projeto Cem Carência no Boxe, comandado pelo instrutor, Ricardo Bert, que também faz parte da seleção estadual como terceiro treinador da equipe que segue para Cuiabá.

O garoto treina há dois anos e durante a preparação destina três horas do dia para o preparo físico, estuda na rede pública e mora na sede do próprio projeto social que atende cerca de 40 crianças. É invicto e participou de 12 lutas na carreira. “Além de representar Araranguá na competição, a ajuda incentiva o esporte. Agradeço a compreensão dos vereadores e do prefeito que atendeu a nossa solicitação”, disse o treinador, Ricard Bert, que acompanhou a votação do projeto.

Compartilhe

Voltar às notícias