Boleto vencido poderá ser pago em qualquer banco

Bancos também aceitarão boletos vencidos de cartões de crédito e de doações de outras instituições de qualquer valor

A partir deste sábado, 10, todos os boletos vencidos poderão ser pagos em quaisquer bancos, correspondentes bancários ou casas lotéricas. Até então, boletos vencidos com valor menor do que 100 reais só poderiam ser pagos nas instituições emissoras. Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a medida cria uma comodidade que facilitará o pagamento dos mais de 4 bilhões de boletos emitidos anualmente no país.


Esta é a última fase de implementação do programa Nova Plataforma de Cobrança, iniciado há quatro anos. Com isso, o pagamento de faturas de cartões de crédito ou de doações também poderá ser feito em outros bancos. Além disso, os comprovantes de pagamento receberão mais informações, como juros, multa e descontos.


Segundo a Febraban, para fazer a migração do modelo antigo para o novo, os bancos optaram por incluir os boletos no novo sistema por etapas para não comprometer as operações. O processo começou em meados do ano passado para boletos acima de 50 mil reais, que tem menor volume.


Há um mês, o sistema passou a permitir o pagamento de boletos com valor superior a 100 reais. A partir do dia 10, essa fase se encerra e os de menor valor, além dos boletos de cartão de crédito e de doações, serão incorporados.

A partir deste sábado, 10, todos os boletos vencidos poderão ser pagos em quaisquer bancos, correspondentes bancários ou casas lotéricas. Até então, boletos vencidos com valor menor do que 100 reais só poderiam ser pagos nas instituições emissoras. Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a medida cria uma comodidade que facilitará o pagamento dos mais de 4 bilhões de boletos emitidos anualmente no país.

Esta é a última fase de implementação do programa Nova Plataforma de Cobrança, iniciado há quatro anos. Com isso, o pagamento de faturas de cartões de crédito ou de doações também poderá ser feito em outros bancos. Além disso, os comprovantes de pagamento receberão mais informações, como juros, multa e descontos.

Segundo a Febraban, para fazer a migração do modelo antigo para o novo, os bancos optaram por incluir os boletos no novo sistema por etapas para não comprometer as operações. O processo começou em meados do ano passado para boletos acima de 50 mil reais, que tem menor volume.

Há um mês, o sistema passou a permitir o pagamento de boletos com valor superior a 100 reais. A partir do dia 10, essa fase se encerra e os de menor valor, além dos boletos de cartão de crédito e de doações, serão incorporados.

Compartilhe

Voltar às notícias