Blog Tiago Almeida: Grace e Frankie, uma série que ninguém pediu, mas o mundo precisava

"Série já foi renovada para a 7ª e última temporada que deve estrear em 2022"

A vida para atores e atrizes mais velhos nunca é fácil na indústria do cinema, não há papéis tão interessantes, e os que existem não querem tocar em certas feridas ou abordar assuntos como o abandono e a solidão que a terceira idade enfrente em sua grande maioria, na verdade os papéis existentes para artistas mais velhos geralmente são secundários, ou sem algum tipo de relevância nas tramas.


Grace e Frankie, série da Netflix que já brinda a sua 6ª temporada lançada no streaming, já inova pelo elenco, a maioria artistas que já passaram dos 80 anos, todos muito bem premiados começando pelas lendárias Jane Fonda e Lily Tomlin que interpretam respectivamente as personagens que dão nome a série. Fonda tem 2 Oscar, 1 Emmy, 4 Globos de Ouro e 2 BAFTA, já Tomlin tem 5 Emmy's, 2 Tony's, 1 Globo de ouro e 1 SAG. Só pelas principais personagens a gente já tem uma dimensão do sucesso que é a série, não é mesmo? O Elenco principal é composto ainda por Martin Sheen e Samuel Waterston, ambos tão premiados quanto suas colegas de elenco.




[caption id="attachment_73933" align="aligncenter" width="1024"] Lily Tomlin (Frankie) e Jane Fonda (Grace).[/caption]

Mas por que no título eu digo que Grace e Frankie é uma série que ninguém pediu? Por um óbvio motivo, quebrar tantos tabus como o preconceito da terceira idade, homossexualidade e outros tantos que seria difícil citar aqui.


A série se baseia na história de Grace Hanson, fundadora de um império de cosméticos, consumista, exageradamente preocupada com a beleza física e Frankie Bergstein, uma hippie, vegetariana, protetora dos animais, pintora, que pratica yoga e todas as formas de meditações possíveis. O que essas mulheres têm em comum? Seus maridos, que depois de mais de 40 anos de casados decidem se divorciar delas para ficarem juntos e assumirem sua homossexualidade, forçando as duas a morarem juntas e formando a amizade mais excêntrica que conhecemos.




[caption id="attachment_73931" align="aligncenter" width="1200"] Sol (Sam Waterston) então marido de Frankie e Robert (Matin Sheen) marido de Grace.[/caption]

Com direção e produção de Marta Kaufmann, co-criadora da lendária série Friends, a série ainda traz várias participações especiais como Lisa Kudrow, Rupaul, Nicole Richie, Rita Moreno, Estelle Parsons e Sam Elliot.


As duas aprendem a gostar uma da outra e evoluem como ser humano tanto que mesmo já sendo octogenárias, não dormem no ponto e transformam toda a confusão que suas vidas se tornaram, em novas oportunidades para abrirem sua própria empresa de brinquedos e lubrificantes sexuais voltados exatamente para a sua faixa etária. Com o tempo, as duas começam a se apaixonar por outras pessoas e voltar a viver a vida plenamente, na medida do possível é claro, pois é uma situação hilária atrás da outra, muitas trapalhadas e constrangimentos que renderão altas gargalhadas.




[caption id="attachment_73934" align="aligncenter" width="1200"] Frankie, Grace e uma das participações especiais, Lisa Kudrow, a Phoebe de Friends.[/caption]

Essa receita só podia causar polêmica, né? Além da homossexualidade na terceira idade, as dificuldades e o preconceito de já serem idosos, o fato dos filhos decidirem que é hora de mandá-las para uma casa de repouso, apesar de toda a vitalidade que transparecem e que a série trata de forma gritante, todos esses ingredientes ainda conseguem se somar, na maioria das vezes, com um humor ácido difícil de encontrar em qualquer produção da atualidade, além disso, trazer para uma série de comédia a discussão de como idosos podem empreender mesmo depois dos 80 anos, como é possível duas senhoras viverem sozinhas e, claro, como é possível sentir prazer no sexo mesmo quando todos dizem que não, é um triunfo sem precedentes. Importante perceber também, como todas as situações elevam a relação das duas protagonistas e discutem não apenas o valor da amizade, mas carência e a solidão na terceira idade.


Grace e Frankie trazem momentos hilários, dramáticos, perspicazes e de reflexão sobre como tratamos a velhice e se realmente estamos preparados para vivê-la. A série ainda nos mostra que a vida pode nos surpreender e não importa a idade que tenhamos, sempre é tempo de sermos a melhor versão de nós mesmos!


A série já foi renovada para a 7ª e última temporada que deve estrear em 2022, as gravações que deveriam começar em 2020 foram adiadas por conta da pandemia e voltarão ainda em junho de 2021.


Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

A vida para atores e atrizes mais velhos nunca é fácil na indústria do cinema, não há papéis tão interessantes, e os que existem não querem tocar em certas feridas ou abordar assuntos como o abandono e a solidão que a terceira idade enfrente em sua grande maioria, na verdade os papéis existentes para artistas mais velhos geralmente são secundários, ou sem algum tipo de relevância nas tramas.

Grace e Frankie, série da Netflix que já brinda a sua 6ª temporada lançada no streaming, já inova pelo elenco, a maioria artistas que já passaram dos 80 anos, todos muito bem premiados começando pelas lendárias Jane Fonda e Lily Tomlin que interpretam respectivamente as personagens que dão nome a série. Fonda tem 2 Oscar, 1 Emmy, 4 Globos de Ouro e 2 BAFTA, já Tomlin tem 5 Emmy’s, 2 Tony’s, 1 Globo de ouro e 1 SAG. Só pelas principais personagens a gente já tem uma dimensão do sucesso que é a série, não é mesmo? O Elenco principal é composto ainda por Martin Sheen e Samuel Waterston, ambos tão premiados quanto suas colegas de elenco.

Lily Tomlin (Frankie) e Jane Fonda (Grace).

Mas por que no título eu digo que Grace e Frankie é uma série que ninguém pediu? Por um óbvio motivo, quebrar tantos tabus como o preconceito da terceira idade, homossexualidade e outros tantos que seria difícil citar aqui.

A série se baseia na história de Grace Hanson, fundadora de um império de cosméticos, consumista, exageradamente preocupada com a beleza física e Frankie Bergstein, uma hippie, vegetariana, protetora dos animais, pintora, que pratica yoga e todas as formas de meditações possíveis. O que essas mulheres têm em comum? Seus maridos, que depois de mais de 40 anos de casados decidem se divorciar delas para ficarem juntos e assumirem sua homossexualidade, forçando as duas a morarem juntas e formando a amizade mais excêntrica que conhecemos.

Sol (Sam Waterston) então marido de Frankie e Robert (Matin Sheen) marido de Grace.

Com direção e produção de Marta Kaufmann, co-criadora da lendária série Friends, a série ainda traz várias participações especiais como Lisa Kudrow, Rupaul, Nicole Richie, Rita Moreno, Estelle Parsons e Sam Elliot.

As duas aprendem a gostar uma da outra e evoluem como ser humano tanto que mesmo já sendo octogenárias, não dormem no ponto e transformam toda a confusão que suas vidas se tornaram, em novas oportunidades para abrirem sua própria empresa de brinquedos e lubrificantes sexuais voltados exatamente para a sua faixa etária. Com o tempo, as duas começam a se apaixonar por outras pessoas e voltar a viver a vida plenamente, na medida do possível é claro, pois é uma situação hilária atrás da outra, muitas trapalhadas e constrangimentos que renderão altas gargalhadas.

Frankie, Grace e uma das participações especiais, Lisa Kudrow, a Phoebe de Friends.

Essa receita só podia causar polêmica, né? Além da homossexualidade na terceira idade, as dificuldades e o preconceito de já serem idosos, o fato dos filhos decidirem que é hora de mandá-las para uma casa de repouso, apesar de toda a vitalidade que transparecem e que a série trata de forma gritante, todos esses ingredientes ainda conseguem se somar, na maioria das vezes, com um humor ácido difícil de encontrar em qualquer produção da atualidade, além disso, trazer para uma série de comédia a discussão de como idosos podem empreender mesmo depois dos 80 anos, como é possível duas senhoras viverem sozinhas e, claro, como é possível sentir prazer no sexo mesmo quando todos dizem que não, é um triunfo sem precedentes. Importante perceber também, como todas as situações elevam a relação das duas protagonistas e discutem não apenas o valor da amizade, mas carência e a solidão na terceira idade.

Grace e Frankie trazem momentos hilários, dramáticos, perspicazes e de reflexão sobre como tratamos a velhice e se realmente estamos preparados para vivê-la. A série ainda nos mostra que a vida pode nos surpreender e não importa a idade que tenhamos, sempre é tempo de sermos a melhor versão de nós mesmos!

A série já foi renovada para a 7ª e última temporada que deve estrear em 2022, as gravações que deveriam começar em 2020 foram adiadas por conta da pandemia e voltarão ainda em junho de 2021.

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar ao blog