Blog Rolando Christian Coelho: Residência de aliado de Kekinha é alvejada a tiros  

Casa do empresário Joaci Silva de Oliveira, irmão do primeiro prefeito de Balneário Gaivota, Everaldo Ferreira, foi alvejada a tiros na terça-feira, por volta das 23h30min. Neste horário, foram ouvidos estampidos de tiros na rua, mas ninguém saiu de casa para averiguar, por receio da ação de delinquentes. Ontem pela manhã foi constatado que os tiros haviam sido desferidos contra uma área anexa a casa, onde está funcionando a Assessoria de Comunicação do candidato a prefeito Kekinha dos Santos (PSDB). Foram identificados três tiros: um em uma cerca de PVC, outro em uma calha da área em questão e um terceiro que estilhaçou a vidraça da referida área. A Assessoria de Comunicação de Kekinha funcionava no bairro Lagoa de Fora e já havia saído de lá por conta de ameaças. A polícia foi acionada para investigar o caso, e deverá periciar câmeras de vigilância das redondezas. Uma testemunha identificou o carro dos criminosos. A campanha de Kekinha vem sendo vítima de uma série de outras ameaças e fake news.

Kekinha amplia vantagem em Gaivota 


Correio do Sul de hoje traz pesquisa contratada por sua editora, relativa ao município de Balneário Gaivota, onde disputam o comando do executivo municipal cinco candidatos: Kekinha dos Santos (PSDB), Carlinhos Gomes (PP), Marcelo Fontoura (PRTB), Ronaldo Coelho Pereira (PSC) e Emerson Lazzaron (Avante).


No levantamento feito pelo INCOPE Pesquisas em Balneário Gaivota, realizado no dia 4 de novembro, e registrado na Justiça Eleitoral sob o número SC 03166/2020 no dia 6 de novembro, com autorização para publicação a partir de hoje, o candidato Kekinha dos Santos aparece com 53,4% das intenções de voto, contra 27,4% de Carlinhos Gomes, 1,4% de Marcelo Fontoura, 0,8% de Ronaldo Pereira e 0,3% de Emerson Lazzaron. Disseram que ainda estão indecisos 12,7% dos entrevistados, e outros 4,1% disseram que irão votar em branco, ou anularão seu voto. Estes percentuais tem como base a pergunta feita de forma estimulada aos entrevistados, que é quando o pesquisador apresenta um cartão, como o nome dos candidatos a prefeito, e pergunta em qual daqueles nomes o eleitor votaria. A margem de erro da pesquisa é de 5% e o nível de confiança de 95%. Todos os demais dados técnicos da pesquisa INCOPE estão na página 3 da edição de hoje do Correio do Sul.


No mês passado o INCOPE Pesquisas havia realizado pesquisa em Balneário Gaivota, com contratação, também, do Correio do Sul, através de sua editora. O levantamento, que teve pesquisa de campo realizada nos dias 8 e 9 de outubro, e foi registrado junto a Justiça Eleitoral no dia 13 de outubro, sob o número SC 07646/2020, tinha, do mesmo modo, margem de erro de 5% e nível de confiança de 95%, e estava apta a publicação a partir do dia 19 de outubro.


Na ocasião, Kekinha dos Santos aparecia com 51,2% das intenções de votos dos gaivotenses, contra 27,9% de Carlinhos Gomes, 8,9% de Ronaldo Coelho Pereira, 0,8% de Marcelo Fontoura e 0,5% de Emerson Lazzaron (Avante). Também haviam dito que não sabiam ainda em quem votar 10,3% dos eleitores, e outros 0,3% disseram que iriam anular o voto, ou votar em branco.


No comparativo das duas pesquisas, Kekinha subiu 2,2%, Carlinho caiu 0,5%, Ronaldo caiu 8,1%, Marcelo subiu 0,6% e Emerson caiu 0,2%. Neste comparativo, o percentual de indecisos subiu 2,4% e o percentual daqueles que disseram que iriam anular, ou votar em branco, subiu 3,8%.


Publicidade de Scaini é mais volumosa em Arroio  


Material publicitário da campanha de Evandro Scaini (PSL) à Prefeitura de Balneário Arroio do Silva é nitidamente mais volumoso do que o de seus adversários, na disputa municipal deste ano. Pelo menos no que diz respeito ao engajamento de seus correligionários neste segmento, Evandro leva ampla vantagem na disputa pelo executivo. O ex-prefeito, que já administrou Arroio em duas ocasiões, concorre ao comando da prefeitura contra Everton Pinto (PDT) e Daniel Mota (SD).


MDB aguarda liberação de candidaturas de vereadores  


MDB de Sombrio aguarda para hoje, ou amanhã, liberação oficial das candidaturas de quatro postulantes ao legislativo: Nego Gomes, Janguinha Duarte, Carlinhos Gomes e Si Baltazar. Por conta de um processo na Justiça Eleitoral remanescente do pleito de 2016, os quatro não tiveram suas candidaturas deferidas ainda. Recurso no TRE já teve parecer favorável da relatoria, e a expectativa é que os demais juízes acompanhem o relator. Como se tratam de quatro nomes fortes do partido, expectativa é grande.


Impulsionamentos por contra própria são um perigo 


Ontem publiquei nota dando conta de que muitos candidatos, nas eleições deste ano, iriam se incomodar com a Justiça Eleitoral, por não estarem fazendo impulsionamentos de seus materiais de campanha, via redes sociais, de forma correta. Muita gente entrou em contato assustada com a informação, e infelizmente, a grande maioria não está seguindo as regras do jogo. Para impulsionar material de campanha na internet não basta clicar no botão “impulsionar”, gerar o boleto e pagar. No período eleitoral a regra é outra. É preciso criar um site em nome da campanha, veicular os impulsionamentos a este site, e gerar o boleto via conta de campanha, pagando tudo pela conta da campanha. Quem só gerou o boleto e pagou para impulsionar do próprio bolso, sem a oficialização da despesa, está em maus lençóis. Dependendo do peso desta ação no resultado final da campanha, a pena pode ser até mesmo a cassação de um eventual mandato conquistado nas eleições deste ano.

Casa do empresário Joaci Silva de Oliveira, irmão do primeiro prefeito de Balneário Gaivota, Everaldo Ferreira, foi alvejada a tiros na terça-feira, por volta das 23h30min. Neste horário, foram ouvidos estampidos de tiros na rua, mas ninguém saiu de casa para averiguar, por receio da ação de delinquentes. Ontem pela manhã foi constatado que os tiros haviam sido desferidos contra uma área anexa a casa, onde está funcionando a Assessoria de Comunicação do candidato a prefeito Kekinha dos Santos (PSDB). Foram identificados três tiros: um em uma cerca de PVC, outro em uma calha da área em questão e um terceiro que estilhaçou a vidraça da referida área. A Assessoria de Comunicação de Kekinha funcionava no bairro Lagoa de Fora e já havia saído de lá por conta de ameaças. A polícia foi acionada para investigar o caso, e deverá periciar câmeras de vigilância das redondezas. Uma testemunha identificou o carro dos criminosos. A campanha de Kekinha vem sendo vítima de uma série de outras ameaças e fake news.

Kekinha amplia vantagem em Gaivota 

Correio do Sul de hoje traz pesquisa contratada por sua editora, relativa ao município de Balneário Gaivota, onde disputam o comando do executivo municipal cinco candidatos: Kekinha dos Santos (PSDB), Carlinhos Gomes (PP), Marcelo Fontoura (PRTB), Ronaldo Coelho Pereira (PSC) e Emerson Lazzaron (Avante).

No levantamento feito pelo INCOPE Pesquisas em Balneário Gaivota, realizado no dia 4 de novembro, e registrado na Justiça Eleitoral sob o número SC 03166/2020 no dia 6 de novembro, com autorização para publicação a partir de hoje, o candidato Kekinha dos Santos aparece com 53,4% das intenções de voto, contra 27,4% de Carlinhos Gomes, 1,4% de Marcelo Fontoura, 0,8% de Ronaldo Pereira e 0,3% de Emerson Lazzaron. Disseram que ainda estão indecisos 12,7% dos entrevistados, e outros 4,1% disseram que irão votar em branco, ou anularão seu voto. Estes percentuais tem como base a pergunta feita de forma estimulada aos entrevistados, que é quando o pesquisador apresenta um cartão, como o nome dos candidatos a prefeito, e pergunta em qual daqueles nomes o eleitor votaria. A margem de erro da pesquisa é de 5% e o nível de confiança de 95%. Todos os demais dados técnicos da pesquisa INCOPE estão na página 3 da edição de hoje do Correio do Sul.

No mês passado o INCOPE Pesquisas havia realizado pesquisa em Balneário Gaivota, com contratação, também, do Correio do Sul, através de sua editora. O levantamento, que teve pesquisa de campo realizada nos dias 8 e 9 de outubro, e foi registrado junto a Justiça Eleitoral no dia 13 de outubro, sob o número SC 07646/2020, tinha, do mesmo modo, margem de erro de 5% e nível de confiança de 95%, e estava apta a publicação a partir do dia 19 de outubro.

Na ocasião, Kekinha dos Santos aparecia com 51,2% das intenções de votos dos gaivotenses, contra 27,9% de Carlinhos Gomes, 8,9% de Ronaldo Coelho Pereira, 0,8% de Marcelo Fontoura e 0,5% de Emerson Lazzaron (Avante). Também haviam dito que não sabiam ainda em quem votar 10,3% dos eleitores, e outros 0,3% disseram que iriam anular o voto, ou votar em branco.

No comparativo das duas pesquisas, Kekinha subiu 2,2%, Carlinho caiu 0,5%, Ronaldo caiu 8,1%, Marcelo subiu 0,6% e Emerson caiu 0,2%. Neste comparativo, o percentual de indecisos subiu 2,4% e o percentual daqueles que disseram que iriam anular, ou votar em branco, subiu 3,8%.

Publicidade de Scaini é mais volumosa em Arroio  

Material publicitário da campanha de Evandro Scaini (PSL) à Prefeitura de Balneário Arroio do Silva é nitidamente mais volumoso do que o de seus adversários, na disputa municipal deste ano. Pelo menos no que diz respeito ao engajamento de seus correligionários neste segmento, Evandro leva ampla vantagem na disputa pelo executivo. O ex-prefeito, que já administrou Arroio em duas ocasiões, concorre ao comando da prefeitura contra Everton Pinto (PDT) e Daniel Mota (SD).

MDB aguarda liberação de candidaturas de vereadores  

MDB de Sombrio aguarda para hoje, ou amanhã, liberação oficial das candidaturas de quatro postulantes ao legislativo: Nego Gomes, Janguinha Duarte, Carlinhos Gomes e Si Baltazar. Por conta de um processo na Justiça Eleitoral remanescente do pleito de 2016, os quatro não tiveram suas candidaturas deferidas ainda. Recurso no TRE já teve parecer favorável da relatoria, e a expectativa é que os demais juízes acompanhem o relator. Como se tratam de quatro nomes fortes do partido, expectativa é grande.

Impulsionamentos por contra própria são um perigo 

Ontem publiquei nota dando conta de que muitos candidatos, nas eleições deste ano, iriam se incomodar com a Justiça Eleitoral, por não estarem fazendo impulsionamentos de seus materiais de campanha, via redes sociais, de forma correta. Muita gente entrou em contato assustada com a informação, e infelizmente, a grande maioria não está seguindo as regras do jogo. Para impulsionar material de campanha na internet não basta clicar no botão “impulsionar”, gerar o boleto e pagar. No período eleitoral a regra é outra. É preciso criar um site em nome da campanha, veicular os impulsionamentos a este site, e gerar o boleto via conta de campanha, pagando tudo pela conta da campanha. Quem só gerou o boleto e pagou para impulsionar do próprio bolso, sem a oficialização da despesa, está em maus lençóis. Dependendo do peso desta ação no resultado final da campanha, a pena pode ser até mesmo a cassação de um eventual mandato conquistado nas eleições deste ano.

Compartilhe

Voltar ao blog