Blog Rolando Christian Coelho: primo Júnior diz que PL pode ter chapa pura

Rolando Christian Coelho, 08/05/2020

Vice-prefeito de Araranguá, Primo Júnior (PL), não descarta a possibilidade de seu partido concorrer com chapa pura no pleito majoritário deste ano no município. Pré-candidato da sigla a prefeito, Júnior admite que a proposta, que vem sendo discutida internamente, é ousada, mas não descabida. De acordo com ele, “o eleitor tem repudiado justamente os velhos conchavos políticos, que é aquilo que o PL em Araranguá também repudia”.

Em um cenário como este, o partido provavelmente concorreria com Primo Júnior como candidato a prefeito, e com o vereador Igor Batista Gomes (PL) como candidato a vice. Igor era filiado ao Partido Verde e migrou para o PL durante a janela de transferência partidária, aberta no último mês de março.

Por ora, Araranguá conta com quatro pré-candidaturas ao executivo. Candidato natural à reeleição, o prefeito Mariano Mazzuco Neto (PP) deve tentar mais um mandato, numa aliança com PDT e Podemos. Primo Júnior deverá concorrer também, mas com chapa pura pelo PL. O ex-vice-prefeito César Cesar (MDB) tentará novamente o executivo, em princípio tendo como candidato a vice alguma liderança filiada ao PSD. Neste contexto ressalta-se o nome do vereador Tano Costa. Por sua vez, Ricardo Ghellere dever concorrer pelo PRTB, contanto em sua coligação com outras siglas de tendência ideológica de centro-direita, a exemplo de Avante, PSC e Democratas.

Vale lembrar que em Araranguá, tradicionalmente, partidos de esquerda, como o PT ou o PCB, também acabam lançando candidatos a prefeito. Em princípio, neste momento esta não parece ser a intenção de nenhum deles. Líderes dos dois partidos têm conversado com MDB e PDT, prospectando cenários.

Ermo já tem coligações bem encaminhadas

Dois grupos políticos já estão bem definidos para disputar a Prefeitura de Ermo neste ano. Um é composto por MDB, PP, PSD e PSL e o outro por PSDB, PDT e PL. O primeiro grupo deverá ter como candidato a prefeito Paulo Della Vechia (MDB), cujo candidato a vice deve ser Edson Zauer Leonardo (PP). Já o segundo grupo deverá ter como candidato ao executivo o ex-prefeito Marco Leone de Oliveira, o Marquinhos (PSDB), que provavelmente concorrerá com Luciano Domingues (PDT) como seu vice. O prefeito Zica Cadorin (PSD) apoiará a candidatura emedebista, e, por consequência, Marquinhos será o candidato de oposição.

São João do Sul investe R$ 10 milhões em pavimentação

Prefeitura de São João do Sul tem dando sequência a seu projeto de pavimentação asfáltica nas comunidades do interior do município. Nesta semana foi concluída a pavimentação no entorno de toda a praça central de Timbopeba, e até o final de semana deverá ser concluída a pavimentação entre as localidades de Campestre e Sertão do Piritú. Várias ruas do centro da cidade também deverão ganhar recapeamento asfáltico. Estas obras, aliadas a várias outras que já foram realizadas nos últimos meses, no que diz respeito ao setor de infraestrutura viária, somarão um montante de R$ 10 milhões em investimentos por parte da gestão do prefeito Moacir Teixeira (MDB).

CPI dos respiradores começa na próxima terça-feira

CPI que irá investigar supostas irregularidades na compra de 200 respiradores pelo Governo do Estado, ao custo de R$ 33 milhões, irá se reunir pela primeira vez na próxima terça-feira. Afora o fato de que os respiradores ainda não foram entregues, pesam severas suspeitas quanto a um suposto superfaturamento na compra. Situação do governador Carlos Moisés da Silva (PSL), que já é complicada pelo simples fato das circunstâncias, tende a ficar inflamada por conta da composição dos membros da CPI. Dos nove deputados que a integram, seis são de oposição. Para piorar, o presidente dela é o deputado Sargento Lima (PSL), desafeto pessoal do governador.

Prefeituras da região devem receber R$ 27,5 milhões de compensação

Prefeituras de nossa região mantêm a expectativa de receber a chamada recomposição do Fundo de Participação dos Municípios, oriunda da Medida Provisória 938/2020. Na prática, todos aqueles municípios que tiveram quedas em suas receitas, nos meses de março e abril, em comparação com os mesmos meses do ano passado, receberiam uma compensação. De acordo com a Amesc, o conjunto dos 15 municípios de nossa região deverá receber cerca de R$ 27,5 milhões no decorrer de maio. Araranguá, com uma receita extra prevista de R$ 9 milhões, e Sombrio, com R$ 4 milhões, encabeçam a relação. Na verdade não se trata de dinheiro novo. Trata-se meramente de ganhar aquilo que foi perdido.

Vice-prefeito de Araranguá, Primo Júnior (PL), não descarta a possibilidade de seu partido concorrer com chapa pura no pleito majoritário deste ano no município. Pré-candidato da sigla a prefeito, Júnior admite que a proposta, que vem sendo discutida internamente, é ousada, mas não descabida. De acordo com ele, “o eleitor tem repudiado justamente os velhos conchavos políticos, que é aquilo que o PL em Araranguá também repudia”.

Em um cenário como este, o partido provavelmente concorreria com Primo Júnior como candidato a prefeito, e com o vereador Igor Batista Gomes (PL) como candidato a vice. Igor era filiado ao Partido Verde e migrou para o PL durante a janela de transferência partidária, aberta no último mês de março.

Por ora, Araranguá conta com quatro pré-candidaturas ao executivo. Candidato natural à reeleição, o prefeito Mariano Mazzuco Neto (PP) deve tentar mais um mandato, numa aliança com PDT e Podemos. Primo Júnior deverá concorrer também, mas com chapa pura pelo PL. O ex-vice-prefeito César Cesar (MDB) tentará novamente o executivo, em princípio tendo como candidato a vice alguma liderança filiada ao PSD. Neste contexto ressalta-se o nome do vereador Tano Costa. Por sua vez, Ricardo Ghellere dever concorrer pelo PRTB, contanto em sua coligação com outras siglas de tendência ideológica de centro-direita, a exemplo de Avante, PSC e Democratas.

Vale lembrar que em Araranguá, tradicionalmente, partidos de esquerda, como o PT ou o PCB, também acabam lançando candidatos a prefeito. Em princípio, neste momento esta não parece ser a intenção de nenhum deles. Líderes dos dois partidos têm conversado com MDB e PDT, prospectando cenários.

Ermo já tem coligações bem encaminhadas

Dois grupos políticos já estão bem definidos para disputar a Prefeitura de Ermo neste ano. Um é composto por MDB, PP, PSD e PSL e o outro por PSDB, PDT e PL. O primeiro grupo deverá ter como candidato a prefeito Paulo Della Vechia (MDB), cujo candidato a vice deve ser Edson Zauer Leonardo (PP). Já o segundo grupo deverá ter como candidato ao executivo o ex-prefeito Marco Leone de Oliveira, o Marquinhos (PSDB), que provavelmente concorrerá com Luciano Domingues (PDT) como seu vice. O prefeito Zica Cadorin (PSD) apoiará a candidatura emedebista, e, por consequência, Marquinhos será o candidato de oposição.

São João do Sul investe R$ 10 milhões em pavimentação

Prefeitura de São João do Sul tem dando sequência a seu projeto de pavimentação asfáltica nas comunidades do interior do município. Nesta semana foi concluída a pavimentação no entorno de toda a praça central de Timbopeba, e até o final de semana deverá ser concluída a pavimentação entre as localidades de Campestre e Sertão do Piritú. Várias ruas do centro da cidade também deverão ganhar recapeamento asfáltico. Estas obras, aliadas a várias outras que já foram realizadas nos últimos meses, no que diz respeito ao setor de infraestrutura viária, somarão um montante de R$ 10 milhões em investimentos por parte da gestão do prefeito Moacir Teixeira (MDB).

CPI dos respiradores começa na próxima terça-feira

CPI que irá investigar supostas irregularidades na compra de 200 respiradores pelo Governo do Estado, ao custo de R$ 33 milhões, irá se reunir pela primeira vez na próxima terça-feira. Afora o fato de que os respiradores ainda não foram entregues, pesam severas suspeitas quanto a um suposto superfaturamento na compra. Situação do governador Carlos Moisés da Silva (PSL), que já é complicada pelo simples fato das circunstâncias, tende a ficar inflamada por conta da composição dos membros da CPI. Dos nove deputados que a integram, seis são de oposição. Para piorar, o presidente dela é o deputado Sargento Lima (PSL), desafeto pessoal do governador.

Prefeituras da região devem receber R$ 27,5 milhões de compensação

Prefeituras de nossa região mantêm a expectativa de receber a chamada recomposição do Fundo de Participação dos Municípios, oriunda da Medida Provisória 938/2020. Na prática, todos aqueles municípios que tiveram quedas em suas receitas, nos meses de março e abril, em comparação com os mesmos meses do ano passado, receberiam uma compensação. De acordo com a Amesc, o conjunto dos 15 municípios de nossa região deverá receber cerca de R$ 27,5 milhões no decorrer de maio. Araranguá, com uma receita extra prevista de R$ 9 milhões, e Sombrio, com R$ 4 milhões, encabeçam a relação. Na verdade não se trata de dinheiro novo. Trata-se meramente de ganhar aquilo que foi perdido.

Compartilhe

Voltar ao blog