Blog Rolando Christian Coelho: MDB de Sombrio irá concorrer com chapa pura

Gislaine Cunha e Jeriel Isoppo comporão chapa pura do MDB na disputa de Sombrio

MDB de Sombrio irá homologar os nomes de Gislaine Cunha como candidata a prefeita, e de Jeriel Isoppo como candidato a vice-prefeito, no próximo dia 15. A indicação de Gislaine para concorrer ao comando do executivo já era consenso dentro da coligação capitaneada pelo MDB, que traz consigo um rosário de outras siglas. A vaga de vice, no entanto, era dúvida, por conta das pretensões de dez pré-candidatos que postulavam este espaço, filiados aos mais diversos partidos.


As múltiplas pretensões acabaram fortalecendo a tese de que o MDB deveria disputar a eleição deste ano com chapa pura, justamente para evitar que uma escolha pontual, focada em outra sigla, desagregasse as demais. Ainda que a oposição já esteja articulada, principalmente, através da dobradinha composta por Cristian Rosa (PP) a prefeito, e Volnei Giassi (PSDB) a vice, havia o risco de que algum aliado do MDB acabasse se irmanando ao outro lado da moeda, na medida em que se sentisse injustiçado.


Com uma chapa pura do MDB, em tese, partidos como o PDT, Democratas, PL e PSC, que almejavam a vaga de vice, acabaram não se sentindo desprestigiados, um em relação ao outro. Neste sentido, a escolha de Jeriel para a composição acabou sendo estratégica, pois ele é um líder empresarial, não um político tradicional, ainda que presida o MDB sombriense. Trata-se de uma figura que não rivaliza politicamente com os interesses de quem quer que seja, dentro ou fora do MDB.


O martelo para a oficialização da dobradinha Gislaine/Jeriel foi batido ontem, e ela tem agora a incumbência de defender as duas gestões do prefeito Zênio Cardoso (MDB) no pleito municipal deste ano. Vale lembrar que Sombrio também contará com a candidatura a prefeito de Clodoaldo Patrício (PRTB) ao comando do executivo.



MDB homologa Jonas e Áureo em Passo de Torres 


MDB de Passo de Torres homologou, no sábado, dia 5, as candidaturas à reeleição de Jonas Souza e Áureo André Henrique, atuais prefeito e vice-prefeito do município. A dupla conta com o apoio do PSL e do Democratas, e poderá também ter o PDT irmanado a seu projeto. A oposição está articulada através de duas candidaturas, representadas pela dobradinha composta por Valmir Rodrigues (PP) e Altemir Amin (PSD), e também por Tonhão Silveira (PL) e Bola Silveira (PL). Em princípios, estas três chapas deverão disputar o comando do executivo passotorrense. Tonhão e Bola são uma das apostas do senador Jorginho Mello (PL) no Sul do Estado. Com intenção de chegar ao Governo do Estado em 2020, Jorginho tem estimulado lideranças municipais a compor majoritárias para a disputa deste ano.



PSD de Santa Rosa do Sul ainda não se definiu  


PSD de Santa Rosa do Sul ainda não definiu qual será seu posicionamento diante do pleito municipal deste ano. A sigla, o prefeito Nelson Cardoso de Oliveira, tenta emplacar o nome de Dorinha Oliveira (PSD) como candidato a prefeito. O Progressistas, que tem sido vice do PSD nos últimos dois mandatos, no entanto, diz que a ver de comandar a prefeitura é do partido. Com o impasse estabelecido, por ora, já esta posta, através de convenção, a candidatura a prefeito de Almides da Rosa (PSDB) como candidato a prefeito, com Pedrinho D’ávila da Cunha (MDB) como candidato a vice, e também a pré-candidatura a prefeito de Nelmo Emerim (PP). Nos bastidores, o PSD pressiona lideranças do Progressistas, objetivando fazer com que Nelmo desista do projeto. Ele, no entanto, tem afirmado que seu projeto já está consolidado, e que cabe ao PSD indicar o vice em sua chapa, como forma de retribuir dois mandatos em que foi apoiado.



Turvo deverá ter três candidatos a prefeito 


MDB de Turvo ainda não chegou a um denominador comum quanto a quem será seu candidato a prefeito. Em princípio, a grande dúvida é saber se o representante da sigla, na busca pelo comando do executivo, será o atual vice-prefeito Edson Pisca Dagostin, ou o ex-prefeito Heriberto Afonso Schmidt. De acordo com o prefeito Tiago Zilli (MDB), que em janeiro deste ano anunciou que não disputaria à reeleição, as tratativas neste sentido estão bem encaminhadas, “mas ainda não há uma definição a respeito do assunto”. O representante do MDB enfrentará o empresário e vice-presidente licenciado da Cersul, Sandro Cirimbelli (PP), que já disputou o executivo em 2000, eleição que foi vencida por uma margem de apenas 5% dos votos por Heriberto. Além dele, também disputará a eleição como candidato a prefeito Laerte Casagrande (PSDB).



Gaivota deve homologar duas chapas nesta semana 


Balneário Gaivota já homologou duas candidaturas majoritárias, e deverá homologar outras duas nesta semana. No dia 31 de agosto o PRTB referendou os nomes de Marcelo Fontoura para concorrer como candidato a prefeito, e de Fernanda Campos para concorrer como candidatura à vice. No sábado, dia 5, uma aliança composta por PSDB, PSL, PDT, PTB, PSB, Podemos e Democratas homologou os nomes de Kekinha dos Santos (PSDB) para concorrer como candidato a prefeito, e de Jonatã Coelho (PSL), para concorrer como candidato a vice. No próximo dia 10, o PSC deverá homologar o nome de Ronaldo Pereira para concorrer como candidato a prefeito. Seu vice ainda não foi definido. Já no dia 11, uma aliança composta por Progressistas, MDB, PT, PSD e PL deverá homologar os nomes de Carlinhos Gomes (PP) para concorrer a prefeito, e Ênio Ramos (MDB), para concorrer à vice.


Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

MDB de Sombrio irá homologar os nomes de Gislaine Cunha como candidata a prefeita, e de Jeriel Isoppo como candidato a vice-prefeito, no próximo dia 15. A indicação de Gislaine para concorrer ao comando do executivo já era consenso dentro da coligação capitaneada pelo MDB, que traz consigo um rosário de outras siglas. A vaga de vice, no entanto, era dúvida, por conta das pretensões de dez pré-candidatos que postulavam este espaço, filiados aos mais diversos partidos.

As múltiplas pretensões acabaram fortalecendo a tese de que o MDB deveria disputar a eleição deste ano com chapa pura, justamente para evitar que uma escolha pontual, focada em outra sigla, desagregasse as demais. Ainda que a oposição já esteja articulada, principalmente, através da dobradinha composta por Cristian Rosa (PP) a prefeito, e Volnei Giassi (PSDB) a vice, havia o risco de que algum aliado do MDB acabasse se irmanando ao outro lado da moeda, na medida em que se sentisse injustiçado.

Com uma chapa pura do MDB, em tese, partidos como o PDT, Democratas, PL e PSC, que almejavam a vaga de vice, acabaram não se sentindo desprestigiados, um em relação ao outro. Neste sentido, a escolha de Jeriel para a composição acabou sendo estratégica, pois ele é um líder empresarial, não um político tradicional, ainda que presida o MDB sombriense. Trata-se de uma figura que não rivaliza politicamente com os interesses de quem quer que seja, dentro ou fora do MDB.

O martelo para a oficialização da dobradinha Gislaine/Jeriel foi batido ontem, e ela tem agora a incumbência de defender as duas gestões do prefeito Zênio Cardoso (MDB) no pleito municipal deste ano. Vale lembrar que Sombrio também contará com a candidatura a prefeito de Clodoaldo Patrício (PRTB) ao comando do executivo.

MDB homologa Jonas e Áureo em Passo de Torres 

MDB de Passo de Torres homologou, no sábado, dia 5, as candidaturas à reeleição de Jonas Souza e Áureo André Henrique, atuais prefeito e vice-prefeito do município. A dupla conta com o apoio do PSL e do Democratas, e poderá também ter o PDT irmanado a seu projeto. A oposição está articulada através de duas candidaturas, representadas pela dobradinha composta por Valmir Rodrigues (PP) e Altemir Amin (PSD), e também por Tonhão Silveira (PL) e Bola Silveira (PL). Em princípios, estas três chapas deverão disputar o comando do executivo passotorrense. Tonhão e Bola são uma das apostas do senador Jorginho Mello (PL) no Sul do Estado. Com intenção de chegar ao Governo do Estado em 2020, Jorginho tem estimulado lideranças municipais a compor majoritárias para a disputa deste ano.

PSD de Santa Rosa do Sul ainda não se definiu  

PSD de Santa Rosa do Sul ainda não definiu qual será seu posicionamento diante do pleito municipal deste ano. A sigla, o prefeito Nelson Cardoso de Oliveira, tenta emplacar o nome de Dorinha Oliveira (PSD) como candidato a prefeito. O Progressistas, que tem sido vice do PSD nos últimos dois mandatos, no entanto, diz que a ver de comandar a prefeitura é do partido. Com o impasse estabelecido, por ora, já esta posta, através de convenção, a candidatura a prefeito de Almides da Rosa (PSDB) como candidato a prefeito, com Pedrinho D’ávila da Cunha (MDB) como candidato a vice, e também a pré-candidatura a prefeito de Nelmo Emerim (PP). Nos bastidores, o PSD pressiona lideranças do Progressistas, objetivando fazer com que Nelmo desista do projeto. Ele, no entanto, tem afirmado que seu projeto já está consolidado, e que cabe ao PSD indicar o vice em sua chapa, como forma de retribuir dois mandatos em que foi apoiado.

Turvo deverá ter três candidatos a prefeito 

MDB de Turvo ainda não chegou a um denominador comum quanto a quem será seu candidato a prefeito. Em princípio, a grande dúvida é saber se o representante da sigla, na busca pelo comando do executivo, será o atual vice-prefeito Edson Pisca Dagostin, ou o ex-prefeito Heriberto Afonso Schmidt. De acordo com o prefeito Tiago Zilli (MDB), que em janeiro deste ano anunciou que não disputaria à reeleição, as tratativas neste sentido estão bem encaminhadas, “mas ainda não há uma definição a respeito do assunto”. O representante do MDB enfrentará o empresário e vice-presidente licenciado da Cersul, Sandro Cirimbelli (PP), que já disputou o executivo em 2000, eleição que foi vencida por uma margem de apenas 5% dos votos por Heriberto. Além dele, também disputará a eleição como candidato a prefeito Laerte Casagrande (PSDB).

Gaivota deve homologar duas chapas nesta semana 

Balneário Gaivota já homologou duas candidaturas majoritárias, e deverá homologar outras duas nesta semana. No dia 31 de agosto o PRTB referendou os nomes de Marcelo Fontoura para concorrer como candidato a prefeito, e de Fernanda Campos para concorrer como candidatura à vice. No sábado, dia 5, uma aliança composta por PSDB, PSL, PDT, PTB, PSB, Podemos e Democratas homologou os nomes de Kekinha dos Santos (PSDB) para concorrer como candidato a prefeito, e de Jonatã Coelho (PSL), para concorrer como candidato a vice. No próximo dia 10, o PSC deverá homologar o nome de Ronaldo Pereira para concorrer como candidato a prefeito. Seu vice ainda não foi definido. Já no dia 11, uma aliança composta por Progressistas, MDB, PT, PSD e PL deverá homologar os nomes de Carlinhos Gomes (PP) para concorrer a prefeito, e Ênio Ramos (MDB), para concorrer à vice.

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar ao blog