Blog Rolando Christian Coelho: calendário Eleitoral está valendo

Coluna Rolando Christian Coelho, 19/05/2020

Em que pese todas as especulações relacionadas a possível mudança de data na eleição municipal deste ano, o fato é que o Calendário Eleitoral de 2020 está valendo. Em princípio, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luis Roberto Barroso, enfatiza que, se houver alguma mudança, ela só será anunciada em junho. Por conta disto, todos os partidos e coligações precisam estar preparados para realizar suas convenções entre 20 de julho e 5 de agosto, escolhendo, através delas, seus candidatos majoritários e proporcionais.

Até lá, no entanto, há uma série de datas que precisam ser respeitadas, de modo a assegurar diretos de candidatos, partidos e coligações. Quem não estiver atento a elas, pode se complicar mais adiante, quando do registro de candidaturas. É possível que o calendário eleitoral sofra alterações caso o pleito de 2020 seja adiado. Num primeiro momento ele está marcado para dia 4 de outubro, com rumores de que poderá ser realizado em 15 de novembro ou 6 de dezembro, no que diz respeito ao primeiro turno. Se isto acontecer, fatalmente o prazo das convenções para a escolha dos candidatos também será levado para mais adiante. Todavia, não há certeza quanto a nada neste momento, o que faz com que o precavido ganhe pontos neste contexto.

Já ouvi presidente de partido dizendo que não está preocupado com a escolha de seus candidatos neste momento, “porque a eleição será adiada”. Mas, e se não houver adiamento? Por óbvio que o tal partido já sairá muito atrás no embate deste ano.

Diante deste cenário, o melhor que se faz é se preparar para a guerra. Caso não haja necessidade de batalha eminente, ao menos que se mantenha as armas carregadas.

Nego Gomes foi elogiado por buscar unidade do MDB

Vereador sombriense Nego Gomes (MDB) diz que passou o dia de ontem recebendo mensagens de congratulações, por ter anunciado sua desistência de disputar o executivo municipal este ano. Afastado de suas funções legislativas desde o segundo semestre do ano passado, por conta de processo que tramita na Justiça Eleitoral contra sua coligação, Nego almejava concorrer como candidato a vice de Gislaine Cunha (MDB) no pleito que se avizinha. A formação de uma dobradinha majoritária formada só por emedebistas, no entanto, não vinha agradando outros possíveis aliados do MDB, que também almejam concorrer como vice de Gislaine. “Tomei a decisão certa, na hora certa. Agora é irmos para mais uma vitória do partido em Sombrio”, comentou Nego Gomes.

Collor de Mello pede perdão pelo confisco da poupança

Trinta anos depois, ex-presidente Fernando Collor de Mello, que hoje é senador, veio a público pedir perdão por ter confiscado a poupança dos brasileiros em 1990, nos primeiros dias de seu governo. Disse que foi um equivoco e que, se pudesse voltar no tempo, não tomaria tal medida novamente. No entanto, não falou nada sobre devolver o dinheiro que ficou preso nos bancos. Resumiu-se a dizer que ao admitir o erro esperava que outros não o cometessem também. Agora é esperar mais uns 30 anos para ele se desculpar por ter liberado escancaradamente a importação de calçados sem tributação adequada, o que quebrou com a indústria deste setor em nossa região, gerando milhares de desempregados.

Prefeito de Sombrio libera missas e cultos a partir de hoje

Prefeitura de Sombrio revogou artigo do decreto 080/2020, que proibia a realização de missas e cultos no município até o dia 31 deste mês. A medida havia sido tomada, há alguns dias, como forma de conter o avanço da covid-19. De acordo com o executivo, diante das medidas de precaução tomadas pelas igrejas, e por conta da desinfecção realizada no entorno das mesmas nos últimos dias, os riscos de contágio nestes ambientes foram mitigados. Todos os demais artigos do decreto foram mantidos, como os que criam novas normas para acessos a restaurantes e academias, e um específico, que mantém a obrigatoriedade do uso de máscaras para qualquer pessoa que circule pelas vias públicas de Sombrio. Quem andar sem máscara pode ser multado.

Araranguá começa a sentir a realidade da covid-19

Crescimento “repentino” de casos de covid-19, em Araranguá, fez com que prefeitura determinasse a desinfecção das principais vias públicas do município. Nos últimos dez dias os casos triplicaram, confirmando, de certo modo, as especulações de caserna, quanto ao baixo número de infectados que vinha sendo divulgado até agora. Até semana passada, Araranguá registrava apenas onze casos oficiais, enquanto Sombrio, que tem menos da metade de sua população, já tinha 50. O fato é que desde o último final de semana os casos não param de crescer, em Araranguá, adequando o número de infectados àquilo que já se imaginava ser a realidade. Lamentavelmente, a falsa sensação de segurança pode ter levado a população a contribuir para a disseminação da virose.

Em que pese todas as especulações relacionadas a possível mudança de data na eleição municipal deste ano, o fato é que o Calendário Eleitoral de 2020 está valendo. Em princípio, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luis Roberto Barroso, enfatiza que, se houver alguma mudança, ela só será anunciada em junho. Por conta disto, todos os partidos e coligações precisam estar preparados para realizar suas convenções entre 20 de julho e 5 de agosto, escolhendo, através delas, seus candidatos majoritários e proporcionais.

Até lá, no entanto, há uma série de datas que precisam ser respeitadas, de modo a assegurar diretos de candidatos, partidos e coligações. Quem não estiver atento a elas, pode se complicar mais adiante, quando do registro de candidaturas. É possível que o calendário eleitoral sofra alterações caso o pleito de 2020 seja adiado. Num primeiro momento ele está marcado para dia 4 de outubro, com rumores de que poderá ser realizado em 15 de novembro ou 6 de dezembro, no que diz respeito ao primeiro turno. Se isto acontecer, fatalmente o prazo das convenções para a escolha dos candidatos também será levado para mais adiante. Todavia, não há certeza quanto a nada neste momento, o que faz com que o precavido ganhe pontos neste contexto.

Já ouvi presidente de partido dizendo que não está preocupado com a escolha de seus candidatos neste momento, “porque a eleição será adiada”. Mas, e se não houver adiamento? Por óbvio que o tal partido já sairá muito atrás no embate deste ano.

Diante deste cenário, o melhor que se faz é se preparar para a guerra. Caso não haja necessidade de batalha eminente, ao menos que se mantenha as armas carregadas.

Nego Gomes foi elogiado por buscar unidade do MDB

Vereador sombriense Nego Gomes (MDB) diz que passou o dia de ontem recebendo mensagens de congratulações, por ter anunciado sua desistência de disputar o executivo municipal este ano. Afastado de suas funções legislativas desde o segundo semestre do ano passado, por conta de processo que tramita na Justiça Eleitoral contra sua coligação, Nego almejava concorrer como candidato a vice de Gislaine Cunha (MDB) no pleito que se avizinha. A formação de uma dobradinha majoritária formada só por emedebistas, no entanto, não vinha agradando outros possíveis aliados do MDB, que também almejam concorrer como vice de Gislaine. “Tomei a decisão certa, na hora certa. Agora é irmos para mais uma vitória do partido em Sombrio”, comentou Nego Gomes.

Collor de Mello pede perdão pelo confisco da poupança

Trinta anos depois, ex-presidente Fernando Collor de Mello, que hoje é senador, veio a público pedir perdão por ter confiscado a poupança dos brasileiros em 1990, nos primeiros dias de seu governo. Disse que foi um equivoco e que, se pudesse voltar no tempo, não tomaria tal medida novamente. No entanto, não falou nada sobre devolver o dinheiro que ficou preso nos bancos. Resumiu-se a dizer que ao admitir o erro esperava que outros não o cometessem também. Agora é esperar mais uns 30 anos para ele se desculpar por ter liberado escancaradamente a importação de calçados sem tributação adequada, o que quebrou com a indústria deste setor em nossa região, gerando milhares de desempregados.

Prefeito de Sombrio libera missas e cultos a partir de hoje

Prefeitura de Sombrio revogou artigo do decreto 080/2020, que proibia a realização de missas e cultos no município até o dia 31 deste mês. A medida havia sido tomada, há alguns dias, como forma de conter o avanço da covid-19. De acordo com o executivo, diante das medidas de precaução tomadas pelas igrejas, e por conta da desinfecção realizada no entorno das mesmas nos últimos dias, os riscos de contágio nestes ambientes foram mitigados. Todos os demais artigos do decreto foram mantidos, como os que criam novas normas para acessos a restaurantes e academias, e um específico, que mantém a obrigatoriedade do uso de máscaras para qualquer pessoa que circule pelas vias públicas de Sombrio. Quem andar sem máscara pode ser multado.

Araranguá começa a sentir a realidade da covid-19

Crescimento “repentino” de casos de covid-19, em Araranguá, fez com que prefeitura determinasse a desinfecção das principais vias públicas do município. Nos últimos dez dias os casos triplicaram, confirmando, de certo modo, as especulações de caserna, quanto ao baixo número de infectados que vinha sendo divulgado até agora. Até semana passada, Araranguá registrava apenas onze casos oficiais, enquanto Sombrio, que tem menos da metade de sua população, já tinha 50. O fato é que desde o último final de semana os casos não param de crescer, em Araranguá, adequando o número de infectados àquilo que já se imaginava ser a realidade. Lamentavelmente, a falsa sensação de segurança pode ter levado a população a contribuir para a disseminação da virose.

Compartilhe

Voltar ao blog