Blog Luis Vicente: Interpretação de texto



Hoje a postagem foge um pouco do tema mas achei muito interessante!
Por mais simples que pareça, ela é carregada de muitos pontos de analise, tudo depende de seus conhecimentos, conceitos, grau de percepção, poder de analise, abertura de cabeça, enfim, mas o ponto central da postagem é sobre a questão da interpretação de textos!

Assim ocorrem em nosso cotidiano, quando lemos uma mensagem no WhatsApp, um texto na internet, uma postagem nas redes sociais, jornal, etc.

Cada um projeta na leitura, muito do seu “EU”, para chegar a conclusão do entendimento do que está lendo, cada um projeta seu estado emocional, seu estado de espírito, seu posicionamento pró ou contra a determinado tema, enfim, diversos pontos!

Nada é tão simples, nada é apenas um texto, Por isso, devemos sempre ler, reler
e evitar conclusões pautados apenas nos critérios de "Meu" entendimento.
As vezes, e me arrisco a dizer, na grande maioria das vezes, dialogar, questionar,
esclarecer fatos, são muito mais produtivos do que apenas, criar uma réplica, tréplica, gerando uma cascata de stress, que pode se iniciar diante de um “simples” texto que que chegou até você.

Como sempre costumo dizer, pratique o exercício de se colocar no lugar do outro.
Somos impressões digitais, ÚNICOS, carregados com muitas informações e sentimentos.

E agora trazendo o tema a luz do autismo, o quanto você considera o ponto de vista de uma pessoas com Autismo? Atrás de um diagnóstico, existe um TODO o indivíduo , seus anseios, desejos e frustrações!

Por que a criança disse que a professora era inocente?

Por que a professora perguntou por não ter preenchido a lua com estrelas?

Será que a professora não entendeu de fato o por que de a criança não ter preenchido?

Será que a professora apenas levantou um ponto de reflexão para a criança?

Será que a lua não deveria ter sido toda preenchida mesmo, dado ponto de vista que tem muita coisa na frente da lua até chegar em nosso campo de visão?

Qual sua reflexão?

Texto: Luis Vicente Costa, Musicoterapeuta @musicoterapeuta.luisvicente

Imagem: @quadrinhorama @dragoesdegaragem

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui 

Hoje a postagem foge um pouco do tema mas achei muito interessante!
Por mais simples que pareça, ela é carregada de muitos pontos de analise, tudo depende de seus conhecimentos, conceitos, grau de percepção, poder de analise, abertura de cabeça, enfim, mas o ponto central da postagem é sobre a questão da interpretação de textos!

Assim ocorrem em nosso cotidiano, quando lemos uma mensagem no WhatsApp, um texto na internet, uma postagem nas redes sociais, jornal, etc.

Cada um projeta na leitura, muito do seu “EU”, para chegar a conclusão do entendimento do que está lendo, cada um projeta seu estado emocional, seu estado de espírito, seu posicionamento pró ou contra a determinado tema, enfim, diversos pontos!

Nada é tão simples, nada é apenas um texto, Por isso, devemos sempre ler, reler
e evitar conclusões pautados apenas nos critérios de “Meu” entendimento.
As vezes, e me arrisco a dizer, na grande maioria das vezes, dialogar, questionar,
esclarecer fatos, são muito mais produtivos do que apenas, criar uma réplica, tréplica, gerando uma cascata de stress, que pode se iniciar diante de um “simples” texto que que chegou até você.

Como sempre costumo dizer, pratique o exercício de se colocar no lugar do outro.
Somos impressões digitais, ÚNICOS, carregados com muitas informações e sentimentos.

E agora trazendo o tema a luz do autismo, o quanto você considera o ponto de vista de uma pessoas com Autismo? Atrás de um diagnóstico, existe um TODO o indivíduo , seus anseios, desejos e frustrações!

Por que a criança disse que a professora era inocente?

Por que a professora perguntou por não ter preenchido a lua com estrelas?

Será que a professora não entendeu de fato o por que de a criança não ter preenchido?

Será que a professora apenas levantou um ponto de reflexão para a criança?

Será que a lua não deveria ter sido toda preenchida mesmo, dado ponto de vista que tem muita coisa na frente da lua até chegar em nosso campo de visão?

Qual sua reflexão?

Texto: Luis Vicente Costa, Musicoterapeuta @musicoterapeuta.luisvicente

Imagem: @quadrinhorama @dragoesdegaragem

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui 

Compartilhe

Voltar ao blog