Blog Juliana Astrologia: a figura paterna na astrologia

Quando lemos um mapa natal, a figura paterna está relacionada a dois astros: Sol e Saturno. Obviamente, o pai interfere muito na personalidade de uma pessoa, tanto positivamente quanto negativamente. A presença de uma figura paterna forte e amorosa vai nos amparar para superarmos os obstáculos que a vida nos oferece enquanto a ausência de um pai nos prejudica muito em relação aos valores e ao senso de compromisso durante a vida.


Cada astro tem uma relação diferente com o pai. O Sol se relaciona ao pai afetuoso que nos dá carinho, proteção e divertimento. Nem sempre este pai representado pelo Sol é nosso pai biológico, mas pode ser outra figura masculina a qual nos influenciou e foi um espelho para nós. Já Saturno se refere ao pai que nos mostra limites, nos cobra e nos influencia para uma conduta mais responsável durante a vida. O pai representado por Saturno expressa a afetuosidade se preocupando com a futuro e o progresso do filho.


Pelas características do mapa natal, vimos como nos identificamos com nossa figura paterna, tanto pelo Sol quanto por Saturno. Há casos em que o pai foi muito marcante na vida da pessoa e o filho trilha um caminho muito semelhante ao dele em função de toda esta admiração. Por outro lado, a ausência de um pai nos influência de maneira negativa, interferindo em nossa responsabilidade e estruturação. A ausência de figura paterna também interfere nos nossos relacionamentos, pois muitas mulheres procuram preencher o afeto que não tiveram pelo pai em um companheiro ou parceiro afetivo e acabam se frustrando, pois o amor um pai nunca será igual ao de um marido ou namorado.


Enfim, tanto para os filhos quanto para os pais, desfrutar do amor entre pai e filho é algo muito particular e especial. Quem teve a felicidade de criar um filho sabe o quanto este afeto nos faz mais alegres e preenchidos. Quem não pode acompanhar a vida de um filho ou por escolha ou por circunstância, não fez mal apenas para criança, mas também para si mesmo.

Quando lemos um mapa natal, a figura paterna está relacionada a dois astros: Sol e Saturno. Obviamente, o pai interfere muito na personalidade de uma pessoa, tanto positivamente quanto negativamente. A presença de uma figura paterna forte e amorosa vai nos amparar para superarmos os obstáculos que a vida nos oferece enquanto a ausência de um pai nos prejudica muito em relação aos valores e ao senso de compromisso durante a vida.

Cada astro tem uma relação diferente com o pai. O Sol se relaciona ao pai afetuoso que nos dá carinho, proteção e divertimento. Nem sempre este pai representado pelo Sol é nosso pai biológico, mas pode ser outra figura masculina a qual nos influenciou e foi um espelho para nós. Já Saturno se refere ao pai que nos mostra limites, nos cobra e nos influencia para uma conduta mais responsável durante a vida. O pai representado por Saturno expressa a afetuosidade se preocupando com a futuro e o progresso do filho.

Pelas características do mapa natal, vimos como nos identificamos com nossa figura paterna, tanto pelo Sol quanto por Saturno. Há casos em que o pai foi muito marcante na vida da pessoa e o filho trilha um caminho muito semelhante ao dele em função de toda esta admiração. Por outro lado, a ausência de um pai nos influência de maneira negativa, interferindo em nossa responsabilidade e estruturação. A ausência de figura paterna também interfere nos nossos relacionamentos, pois muitas mulheres procuram preencher o afeto que não tiveram pelo pai em um companheiro ou parceiro afetivo e acabam se frustrando, pois o amor um pai nunca será igual ao de um marido ou namorado.

Enfim, tanto para os filhos quanto para os pais, desfrutar do amor entre pai e filho é algo muito particular e especial. Quem teve a felicidade de criar um filho sabe o quanto este afeto nos faz mais alegres e preenchidos. Quem não pode acompanhar a vida de um filho ou por escolha ou por circunstância, não fez mal apenas para criança, mas também para si mesmo.

Compartilhe

Voltar ao blog