AMESC acompanha ações da assistência social

Encontro online tratou sobre repasse de R$ 50 milhões para assistência social dos municípios em 2021

Os gestores municipais de assistência social da AMESC (Associação do Extremo Sul Catarinense) participaram da reunião da CIB (Câmara Intergestora Bipartite). O encontro online tratou sobre a pactuação de R$ 50 milhões para 2021 para a assistência social, que será repassado aos municípios.

A assessora de Políticas Públicas da AMESC, assistente social Rosangela Paulino Alexandrino, explica que o valor de R$ 50 milhões será repassado aos municípios em três parcelas: R$ 20 milhões em maio, R$ 15 milhões em junho e R$ 15 milhões em setembro. Em seu pronunciamento, a presidente do COEGEMA Maria Claudia, destacou a importância da inclusão dos trabalhadores do SUAS no Plano Estadual de Vacinação e apoio à iniciativa de criação de programa de transferência de renda estadual em complementação ao Auxílio Emergencial do Governo Federal.

Segundo Rosangela, este recurso que deverá ser utilizado  no atendimento às famílias em vulnerabilidade social, por meio dos serviços continuados e benefícios eventuais. “É um momento importante de mobilização dos gestores municipais e apoio das Associações de Municípios e Fecam”. Para o presidente da AMESC, prefeito de São João do Sul, Moacir Francisco Teixeira, é fundamental acompanhar os debates e estar a par das informações.

Araranguá


Os gestores municipais de assistência social da AMESC (Associação do Extremo Sul Catarinense) participaram da reunião da CIB (Câmara Intergestora Bipartite). O encontro online tratou sobre a pactuação de R$ 50milhões para 2021 para a assistência social, que será repassado aos municípios.

A assessora de Políticas Públicas da AMESC, assistente social Rosangela Paulino Alexandrino, explica que o valor de R$ 50 milhões será repassado aos municípios em três parcelas: R$ 20 milhões em maio, R$ 15 milhões em junho e R$ 15 milhões em setembro. Em seu pronunciamento, a presidente do COEGEMA Maria Claudia, destacou a importância da inclusão dos trabalhadores do SUAS no Plano Estadual de Vacinação e apoio à iniciativa de criação de programa de transferência de renda estadual em complementação ao Auxílio Emergencial do Governo Federal.

Segundo Rosangela, este recurso que deverá ser utilizado  no atendimento às famílias em vulnerabilidade social, por meio dos serviços continuados e benefícios eventuais. “É um momento importante de mobilização dos gestores municipais e apoio das Associações de Municípios e Fecam”. Para o presidente da AMESC, prefeito de São João do Sul, Moacir Francisco Teixeira, é fundamental acompanhar os debates e estar a par das informações.

Fonte: AMESC

 Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Os gestores municipais de assistência social da AMESC (Associação do Extremo Sul Catarinense) participaram da reunião da CIB (Câmara Intergestora Bipartite). O encontro online tratou sobre a pactuação de R$ 50 milhões para 2021 para a assistência social, que será repassado aos municípios.

A assessora de Políticas Públicas da AMESC, assistente social Rosangela Paulino Alexandrino, explica que o valor de R$ 50 milhões será repassado aos municípios em três parcelas: R$ 20 milhões em maio, R$ 15 milhões em junho e R$ 15 milhões em setembro. Em seu pronunciamento, a presidente do COEGEMA Maria Claudia, destacou a importância da inclusão dos trabalhadores do SUAS no Plano Estadual de Vacinação e apoio à iniciativa de criação de programa de transferência de renda estadual em complementação ao Auxílio Emergencial do Governo Federal.

Segundo Rosangela, este recurso que deverá ser utilizado  no atendimento às famílias em vulnerabilidade social, por meio dos serviços continuados e benefícios eventuais. “É um momento importante de mobilização dos gestores municipais e apoio das Associações de Municípios e Fecam”. Para o presidente da AMESC, prefeito de São João do Sul, Moacir Francisco Teixeira, é fundamental acompanhar os debates e estar a par das informações.

Araranguá

Os gestores municipais de assistência social da AMESC (Associação do Extremo Sul Catarinense) participaram da reunião da CIB (Câmara Intergestora Bipartite). O encontro online tratou sobre a pactuação de R$ 50milhões para 2021 para a assistência social, que será repassado aos municípios.

A assessora de Políticas Públicas da AMESC, assistente social Rosangela Paulino Alexandrino, explica que o valor de R$ 50 milhões será repassado aos municípios em três parcelas: R$ 20 milhões em maio, R$ 15 milhões em junho e R$ 15 milhões em setembro. Em seu pronunciamento, a presidente do COEGEMA Maria Claudia, destacou a importância da inclusão dos trabalhadores do SUAS no Plano Estadual de Vacinação e apoio à iniciativa de criação de programa de transferência de renda estadual em complementação ao Auxílio Emergencial do Governo Federal.

Segundo Rosangela, este recurso que deverá ser utilizado  no atendimento às famílias em vulnerabilidade social, por meio dos serviços continuados e benefícios eventuais. “É um momento importante de mobilização dos gestores municipais e apoio das Associações de Municípios e Fecam”. Para o presidente da AMESC, prefeito de São João do Sul, Moacir Francisco Teixeira, é fundamental acompanhar os debates e estar a par das informações.

Fonte: AMESC

 Quer receber notícias pelo WhatsApp? Clique aqui

Compartilhe

Voltar às notícias