AEC aguarda posicionamento da FCF para retornar aos treinos

Secretaria de Saúde autorizou atividade de treino para atletas profissionais e amadores com restrições, mas a equipe de Araranguá não se sente segura

Ontem, 11, uma portaria da Secretaria de Saúde autorizando as atividades de treino para atletas profissionais e amadores foi publicada no Diário Oficial de Santa Catarina. O documento dá uma série de orientações para que os atletas possam se reunir para os treinos como a higienização de equipamentos, evitar cumprimentos, não compartilhar garrafas de água e outros itens pessoais, bem como evitar aglomeração em áreas comuns.

Apesar de ser uma boa notícia para os apaixonados por Esporte, principalmente pelo futebol e que torcem por seus times, esta é uma providência que alguns dirigentes de clubes regionais preferem aguardar, como é o caso do Araranguá Esporte Clube, o principal da cidade.

Segundo o presidente, Felipe Sasso, a equipe está apreensiva neste momento. “No Brasil inteiro há divergência. O amador deve seguir as orientações do profissional. A Federação Catarinense é quem libera as competições e ainda não se pronunciou sobre a portaria. Vamos aguardar para definir”.

O AEC teria duas competições programadas para este ano: o regional da LARM prevista para o segundo semestres e a Copa Sul de Campeões que estaria em andamento caso não fosse suspensa pela pandemia. O time chegou a fazer uma partida na primeira rodada do campeonato em casa no mês de março, e estava se preparando para o jogo da volta que aconteceria nas semanas seguintes. “Não creio que volte este ano porque cada semana a epidemia cresce mais e as competições levam em média três meses, mas se retornar estamos confiantes. O time está completo e com grandes nomes”, assegurou, Sasso.

Nomes como Renan Maia, o goleiro, Fabiano, e o camisa 10, Maicon Viana, são as grandes apostas do AEC que chegou a treinar com o time completo entre fevereiro e março. Para 2020 as contratações estão garantidas e, de acordo com os dirigentes, os contratos seguem exclusivos para as próximas competições.

Ontem, 11, uma portaria da Secretaria de Saúde autorizando as atividades de treino para atletas profissionais e amadores foi publicada no Diário Oficial de Santa Catarina. O documento dá uma série de orientações para que os atletas possam se reunir para os treinos como a higienização de equipamentos, evitar cumprimentos, não compartilhar garrafas de água e outros itens pessoais, bem como evitar aglomeração em áreas comuns.

Apesar de ser uma boa notícia para os apaixonados por Esporte, principalmente pelo futebol e que torcem por seus times, esta é uma providência que alguns dirigentes de clubes regionais preferem aguardar, como é o caso do Araranguá Esporte Clube, o principal da cidade.

Segundo o presidente, Felipe Sasso, a equipe está apreensiva neste momento. “No Brasil inteiro há divergência. O amador deve seguir as orientações do profissional. A Federação Catarinense é quem libera as competições e ainda não se pronunciou sobre a portaria. Vamos aguardar para definir”.

O AEC teria duas competições programadas para este ano: o regional da LARM prevista para o segundo semestres e a Copa Sul de Campeões que estaria em andamento caso não fosse suspensa pela pandemia. O time chegou a fazer uma partida na primeira rodada do campeonato em casa no mês de março, e estava se preparando para o jogo da volta que aconteceria nas semanas seguintes. “Não creio que volte este ano porque cada semana a epidemia cresce mais e as competições levam em média três meses, mas se retornar estamos confiantes. O time está completo e com grandes nomes”, assegurou, Sasso.

Nomes como Renan Maia, o goleiro, Fabiano, e o camisa 10, Maicon Viana, são as grandes apostas do AEC que chegou a treinar com o time completo entre fevereiro e março. Para 2020 as contratações estão garantidas e, de acordo com os dirigentes, os contratos seguem exclusivos para as próximas competições.

Compartilhe

Voltar às notícias